População de A-dos-Francos queixa-se da falta de sinal de internet e telemóvel

0
343
Falta de rede tem sido um obstáculo sentido por muitos habitantes da freguesia

Petição pública, assinada por mais de 200 pessoas, salienta as dificuldades sentidas com o aumento das necessidades adjacentes ao confinamento

Mais de duas centenas de pessoas já assinaram a petição pública que tem por objetivo solicitar às operadoras de fibra ótica a melhoria dos serviços de internet na freguesia de A-dos-Francos.
“A população de toda a freguesia tem atualmente um serviço de internet medíocre, com valores altíssimos a pagar face ao serviço que é prestado e que não satisfaz as necessidades actuais de quem diariamente necessita da internet para trabalhar em casa, no seu negócio, comunicar ou mesmo para a telescola das crianças da nossa freguesia”, pode ler-se no documento.
Na petição, os moradores desta freguesia rural salientam ainda que desde há cinco anos que “é prometida a instalação do serviço por fibra por parte da operadora MEO mas o mesmo não se verificou ainda”.
À Gazeta das Caldas o presidente da Junta de Freguesia de A-dos-Francos, Paulo Sousa, reconheceu as dificuldades no acesso à internet e, em muitos locais, até a falta de sinal de telemóvel.
“Temos recebido muitas queixas e temos feito muitas queixas junto da empresa e da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM)”, admitiu o autarca.
É que, além das dificuldades que se fazem sentir no imediato, o acesso a sinal de telemóvel e de internet é um dos fatores-chave na exclusão de locais para viver e a falta destes é sinónimo de menor atratividade da vila. Acresce que, neste período de confinamento, muitas crianças estão a ter aulas em casa e necessitam de serviços de internet adequados.

Altice Portugal revelou que prevê instalar uma estação de base para reforço da cobertura de voz e dados ainda este ano

Questionada pela Gazeta das Caldas, a Altice Portugal respondeu que “prevê a instalação de uma nova estação base para reforço de cobertura de voz e dados durante 2021”, o que deverá ajudar a melhorar o serviço na freguesia de A-dos-Francos.
Na resposta enviada ao nosso jornal, a empresa faz questão de recordar que o investimento que está a realizar “é privado, voluntário, autónomo e não tem qualquer comparticipação de entidades públicas ou instituições europeias”.
A Altice Portugal salienta ainda que “tem vindo a realizar investimentos de dezenas de milhões de euros neste concelho, apresentando atualmente uma cobertura superior a 95% de fibra ótica, sendo dos que maior cobertura possui no panorama nacional”.
A empresa destaca, também, que “continua a acompanhar potenciais aumentos de tráfego alusivos à nova situação de confinamento, encontrando-se a proceder a novas ampliações e a um reforço de rede em todo o território nacional”, por forma a prestar melhores serviços às populações. ■