Presépio oferecido ao Papa foi feito na Braz Gil

0
501

Um dos presépios ofertado ao Santo Padre , desenhado pelo padre Vasco Pinto de Magalhães, foi feito na manufactura Braz Gil, nas Caldas

Uma das peças em porcelana que foi oferecida ao Papa Francisco foi um presépio da autoria do padre Vasco Pinto de Magalhães e que ganhou vida na manufactura de porcelana, Braz Gil, sediada nas Caldas. Segundo Joaquim Braz Gil esta peça do padre jesuíta foi feita antes do 25 de Abril e “há muito que a família e amigos queriam que pudesse ser refeita e que pudesse ganhar uma nova vida” . E assim se fez, com a vinda deste conhecido padre jesuíta, ligado ao Colégio de São João de Brito e à Universidade Católica, ao estúdio caldense para dar algumas diretrizes e o seu cunho pessoal a este presépio.

O autor desta escultura foi cofundador do Centro de Estudos de Bioética e tem intervenção nesta área de reflexão e debate. É autor de várias obras de espiritualidade e de formação cristã.

Com a vinda do Papa a Portugal na Jornada Mundial da Juventude surgiu a oportunidade de lhe oferecer um exemplar, deste presépio.” Já lhe tínhamos oferecido outra peça na anterior visita de Sua Santidade a Portugal”, contou Joaquim Braz Gil que gosta de corresponder a este tipo de desafios que fazem a esta manufatura em porcelana.

Foi pois num encontro realizado a 5 de agosto no Colégio de São João de Brito que a peça foi oferecida ao Santo Padre.

Deste presépio do padre Vasco Pinto de Magalhães foi feita uma pequena série – próxima das duas centenas de peças – e quem quiser poderá adquiri-la na loja da Braz Gil. A peça custa 180 euros e parte do lucro da venda reverte para os jesuítas.
A Braz Gil Studio fica na Rua Diário de Notícias, 201. A unidade de produção fica próxima da casa da família que já vai na terceira geração a dedicar-se às artes cerâmicas.