PSD questiona ministro sobre duas ULS no Oeste

0
337

Os deputados do PSD na Assembleia da República questionam o ministro da Saúde se, tendo em conta a dimensão da região Oeste, foi equacionada a criação de duas Unidades Locais de Saúde (ULS), uma no Oeste Norte e outra no Oeste Sul. Perguntam ainda se o estudo de referenciação hospitalar encomendado pelo Ministério da Saúde já está concluído e, caso a possibilidade apresentada ainda não foi ponderada, se Manuel Pizarro está disponível para o fazer.
Os sociais-democratas consideram que o anúncio da criação de 31 ULS em todo o território nacional “suscita algumas dúvidas relativamente às condições de operacionalidade de uma Unidade Local de Saúde como a que atualmente ali se encontra prevista para a região do Oeste”. Esta deverá integrar o Centro Hospitalar do Oeste, o Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Sul, com exceção do Centro de Saúde de Mafra, e os Centros de Saúde do Bombarral, das Caldas da Rainha, das Óbidos e de Peniche, todos atualmente integrados no Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Norte.
O mesmo grupo parlamentar questionou o ministro da Saúde se está prevista a contratação de mais recursos médicos para o Hospital caldense e quando será possível ter acesso a um planeamento de contratação de médicos, de “forma a acautelar situações futuras”. Esta pergunta surge após o encerramento do Serviço de Urgência Pediátrica, entre as 8h30 do passado domingo e as 8h30 de segunda-feira passada, por falta de recursos médicos.
Os sociais-democratas consideram “absolutamente inaceitável” que os serviços não se encontrem devidamente garantidos, por “força da constante ocorrência de constrangimentos resultantes de falta de recursos humanos” e querem soluções. ■