PSD reclama melhores infraestruturas no distrito

0
466
Os deputados do PSD eleitos por Leiria, o presidente da Câmara e o líder da JSD das Caldas durante a visita à estação dos comboios das Caldas | DR

Os deputados do PSD por Leiria visitaram três infraestruturas e vão agora apresentar iniciativas parlamentares

Depois de lançado o concurso para a requalificação e modernização da Linha do Oeste até às Caldas, os deputados do PSD eleitos pelo distrito de Leiria querem bater-se pela sua continuidade para norte, até à capital de distrito. Na visita que fizeram à estação das Caldas, e que culminou o périplo pelas infraestruturas do distrito, os políticos dão nota positiva ao avanço do projeto mas realçam que ainda faltam vários procedimentos até à sua concretização.
“Sinalizamos o que está a decorrer, mas não nos chega que a eletrificação fique nas Caldas, entendemos que deve ter ligação a Coimbra”, defendeu o coordenador dos deputados do PSD, Hugo Oliveira, realçando a necessidade de ganhos temporais também a norte.
A visita, que decorreu a 20 de Outubro, foi acompanhada pelo presidente da Câmara, Tinta Ferreira, que considera que o lançamento do concurso se traduz em “mais um passo para um melhor funcionamento” da linha ferroviária. O autarca lembrou que a região Oeste foi a que, excluindo Lisboa e Porto, teve maior aumento em termos de utilização de passes sociais, com um crescimento de 140% após a entrada em funcionamento do PART (Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos). “Se tivermos uma boa linha férrea haverá mais pessoas a escolher as Caldas para viver e a trabalhar em Lisboa e vice-versa”, concretizou.

“Não nos chega que a eletrificação fique nas Caldas, entendemos que deve ter ligação a Coimbra”
Hugo Oliveira

“Com uma boa linha férrea haverá mais pessoas a escolher as Caldas para viver e a trabalhar em Lisboa e vice-versa”
Tinta Ferreira

Tinta Ferreira espera que, no final de 2022 a linha do Oeste possa estar requalificada entre as Caldas e Lisboa. Ao mesmo tempo terão que ser adquiridos os comboios híbridos que permitam fazer a ligação da linha no seu todo, não obrigando a mudanças de veículo. O autarca salientou ainda que é decisivo, nas negociações com Bruxelas do próximo quadro comunitário, incluir a continuidade da eletrificação entre Caldas e Leiria, destacando a importância desta revitalização para o turismo e atividade económica dos concelhos da Nazaré e Alcobaça.
Os deputados visitaram também o IC8 (Ansião) para onde defendem um investimento de cerca de 20 milhões de euros, que dizem não estar incluído no Orçamento de Estado. “
Estiveram também a visitar o IC2, no dia em que foi lançado o concurso para um troço de 20 quilómetros, num investimento de 8,6 milhões de euros. Contudo, os políticos do PSD querem que a obra se estenda, do limite do concelho de Alcobaça até Porto de Mós.