A Nazaré é o município que possui o estacionamento pago mais caro na região Oeste. Estacionar nas avenidas da Marginal em época alta custa 1,20 euros por hora, preço que diminui para metade durante a época baixa. Ao contrário, em Alcobaça há tarifários a partir de 10 cêntimos por cada 15 minutos de estacionamento.
Nas Caldas, onde está prevista a colocação de parcómetros ainda este ano, os condutores irão pagar 30 cêntimos na primeira meia hora de estacionamento, o mesmo preço que é pago em Torres Vedras.
Na região, Óbidos e Peniche não têm parcómetros na via pública – apenas em parques de estacionamento. Já o Bombarral e Cadaval não têm estacionamento pago em lado nenhum.

Nas Caldas, os 350 parcómetros que deverão começar a funcionar ainda este ano, resultado de uma concessão que a Câmara irá fazer a uma empresa da especialidade.
A proposta de concurso refere que os lugares serão tarifados a 30 cêntimos na primeira meia hora, 50 cêntimos na segunda meia hora, um euro na segunda hora, 1,20 euros na terceira hora e 1,50 euros na quarta hora. A Praça da República terá um tarifário diferente, em que nos dias úteis, entre as 15h00 e as 18h00, os lugares terão um custo de 30 cêntimos na primeira meia hora e 50 cêntimos na segunda meia hora. A segunda hora custa 1 euros, a terceira hora 1,20 euros e a quarta hora de estacionamento tem um custo de 1,50 euros. Já durante a manhã, entre as 9h00 e as 13h00, as duas primeiras fracções de estacionamento por 15 minutos cada, custa 15 cêntimos e a terceira facção tem um custo de 50 cêntimos. A partir de 1 hora de estacionamento os custo é de 90 cêntimos por cada fracção de 15 minutos.
Ficam isentos de pagamento do estacionamento nos lugares concessionados as viaturas do município, do concessionário, de emergência (em serviço) e das forças de segurança. Os residentes, desde que tenham o respectivo dístico, terão condições especiais de estacionamento.
A ocupação dos lugares será controlada, de forma digital e à distância, por sensores colocados no solo, o que deverá permitir a todo o momento saber quais os lugares disponíveis nas Caldas.
O estacionamento pago irá abranger 13 zonas onde se pretende que haja uma maior rotatividade de estacionamento. A avenida 1º de Maio, o Bairro Azul, as ruas Leonel Sotto Mayor, Diário de Notícias, Capitão Filipe de Sousa, bem como a Praça da Fruta serão algumas das artérias que vão ter estacionamento pago. Contudo, os vendedores da Praça da Fruta vão manter os benefícios que já possuem para estacionar os seus veículos durante o período do mercado.
Os veículos podem estar estacionados nestas zonas concessionadas, durante o período de pagamento, por um período máximo de quatro horas, com excepção da Praça da República durante a manhã, em que o período máximo de estacionamento consecutivo é de duas horas.

Alcobaça com 136 lugares

Na cidade de Alcobaça há 136 lugares de estacionamento pago. Estes situam-se na Praça 25 de Abril (junto ao Mosteiro), Rua Frei António Brandão, Rua Miguel Bombarda, Rua Dr. Brilhante e Rua Joaquim Vieira Natividade. Os preços variam entre os 10, 15 ou 20 cêntimos por cada 15 minutos dependendo dos locais onde se encontra o parquímetro.
O estacionamento é pago nos dias úteis entre as 9h30 e as 19h00 e aos sábados das 9h30 às 13h00.
No caso de Alcobaça é o município quem gere o estacionamento pago e a PSP fiscaliza.Ainda não existe sistema digital para aplicação no telemóvel.

Nazaré: época alta, preços altos

A vila da Nazaré possui 276 parquímetros, que se encontram na Marginal (Avenida Manuel Remígio e Avenida da República), Rua da Sub-Vila, Rua Alves Redol, Rua das Traineiras, Rua do Mercado Municipal da Praia, Avenida Vieira Guimarães e Rua Mouzinho de Albuquerque. Na Marginal na época alta o custo por hora é de 1,20 euros enquanto que na época baixa é de 60 cêntimos. Nas restantes zonas na época alta o preço é de 80 cêntimos e na época baixa é de 60 cêntimos.
O período máximo de estacionamento na maioria dos locais é de três horas, com excepção da Rua Sub-Vila, em que o período máximo é de uma hora. Em todos os locais o período de estacionamento tarifado é das 8h00 às 20h00 durante os sete dias da semana.
A gestão é feita pela empresa municipal Nazaré Qualifica por delegação de competências pelo município e é a PSP quem autua os automobilistas incumpridores.
A empresa municipal está licenciada como entidade autuante pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, assim como os seus agentes de fiscalização. Contudo, a empresa municipal aguarda por um conjunto de parcerias institucionais necessárias para dar inicio à actividade de fiscalização nas zonas de estacionamento de duração limitada, em conformidade com o regulamento municipal das zonas de estacionamento de duração limitada em vigor, explicou fonte da autarquia à Gazeta das Caldas.

Empresa municipal gere estacionamento em Torres Vedras

Em Torres Vedras existem 3.352 lugares taxados e cerca de 3.400 lugares de estacionamento gratuito no centro da cidade, de acordo com a autarquia. Os residentes podem estacionar na sua zona de residência, bastando para tal obter um selo de residente que tem o custo de 5 euros para dois anos. Já os cidadãos com mobilidade reduzida encontram 60 lugares reservados para estacionar e há 309 lugares para cargas e descargas.
Nas bolsas de estacionamento mistas e de rotação a primeira hora de estacionamento custa 30 cêntimos, a segunda hora 50 cêntimos e as terceira e quarta hora têm um custo de 1 euro.
O estacionamento é pago entre segunda e sexta-feira, das 9h00 às 19h00, e sábados, das 9h00 às 13h00.
A gestão e fiscalização do estacionamento no perímetro urbano da cidade é garantida pela empresa municipal PromoTorres, através de fiscais devidamente identificados, com formação e credenciação para o efeito. Também a PSP faz a fiscalização.