Qual é o evento de Verão que nunca perde?

0
769
Vanda Anjos, Caldas da Rainha

 

 

 

 

 

Nas Caldas da Rainha nunca perco as Tasquinhas e a Frutos. Vou sempre à Frutos pelos artistas que o evento traz à nossa cidade e pelos momentos de convívio que proporciona. E o parque é um local espectacular para aquele tipo de eventos. Às tasquinhas também vou sempre, sobretudo pelo convívio.
Outro evento que nunca perco é a festa de Alvorninha, porque é a festa da terra, não a minha mas a do meu marido, e é aqui que as pessoas da terra se juntam e gostam de estar.

Filipe Araújo, Caldas da Rainha

Nunca perco a Feira dos Frutos porque é uma iniciativa que traz muitas pessoas à nossa cidade e tem normalmente um bom cartaz, com bons artistas e grupos. É também um evento que funciona muito bem no parque D. Carlos I. Não é por acaso que o parque é o ex libris da nossa cidade.
E embora não seja no Verão, também gosto muito Festival de Jazz do Valado dos Frades porque é um evento diferente e dinâmico. E já estou à espera do próximo Caldas Nice Jazz.

 

Mariana Maia, Caldas da Rainha

Nunca perco a Feira dos Frutos porque tem uma grande diversidade de atracções, que servem a toda família. Tem espectáculos para todas as idades, tem ocupações para as crianças e tem representantes de empresas locais que se dão a conhecer e isso é importante para a actividade económica da região.
Também nunca perco a tourada do 15 de Agosto e costumo ir sempre ao Caldas Nice Jazz que é um evento cultural que tem vindo a crescer na cidade e que tem cada vez mais público.

 

Zulmira Abreu, Caldas da Rainha

Vou todos os anos à Festa das Tasquinhas à Expoeste. Nunca falho! Há pelo menos um dia em que vou lá jantar.
É uma das festas mais animadas onde revejo sempre gente que não encontro ao longo do ano.
Também já marquei presença nas barraquinhas, quer da Paróquia, quer da Liga dos Amigos do Hospital. Gosto muito de lá ir e vou continuar a participar porque é uma das principais festividades da região.

 

Ilda Cruz, Óbidos

Tento ir sempre aos concertos de Verão nos areais do Oeste, desde Nazaré, S. Martinho, Foz do Arelho, Peniche e Santa Cruz, até aos realizados no Parque D. Carlos I (inseridos na Feira dos Frutos), e Festival do Vinho no Bombarral, pois constituem momentos únicos, inesquecíveis e de grande diversão. Outro evento a que tento nunca faltar é o Mercado Medieval de Óbidos pois faz-nos reviver a atmosfera medieval, com os trajes e os manjares da época feitos pelas diferentes colectividades, como são os chocos da Lagoa, o coelho à caçador, ou o pão a sair do forno quentinho.
Também gosto de ir às festas tradicionais nas aldeia vizinhas porque são genuínas e é sempre um reencontro de amigos.