Rota do voluntariado local juntou 15 associações do concelho

0
614
A rota incluía associações de cariz social, animal e ambiental

No Parque D. Carlos I, no sábado, e simultaneamente com a Regata, realizava-se a Rota do Voluntariado Local, com 15 associações das Caldas

No passado sábado realizou-se no antigo parque de bicicletas do Parque D. Carlos I, a Rota do Voluntariado Local, uma iniciativa da União de Freguesias de N. Sra. Pópulo, Coto e São Gregório que pretendia dar a conhecer as associações de voluntariado do concelho, o trabalho que fazem e as necessidades que sentem.
A primeira edição reuniu 15 associações de cariz social, animal e ambiental (ADRA, Refood, Rotary, Olha-TE, Viagem de Volta, Soroptimist, Cruz Vermelha, Ágora, Liga Portuguesa Contra o Cancro, Banco Alimentar Contra a Fome, Coração Com Vida, Ordem do Trevo, CRAPAA, Rede Leonardo e Liga dos Amigos do Centro Hospitalar das Caldas).
As pessoas eram convidadas a responder a uma pergunta em cada stand, preenchendo um passaporte com carimbos, ganhando, por um lado, brindes e, por outro, conhecimento sobre as associações.
O presidente da União de Freguesias de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, Pedro Brás, explicou que, inicialmente, a rota estava marcada para este dia, mas para se realizar no Largo do Hospital Termal.
“Quando percebemos que nesse dia se iria realizar a Regata, sugeri juntar as duas coisas e acho que é bom para a Regata a existência da Rota e é bom para a Rota a existência da Regata”, afirmou. “Foi uma primeira edição, mas já não pode parar”, disse.
Entre os participantes encontramos Carla Jesus, da Refood, que até foi quem sugeriu o nome da rota.
“O evento está a superar as nossas expetativas porque estamos a ter muitas pessoas a vir e a querer fazer a rota”, disse, destacando que as associações prepararam atividades para todas as idades. “A integração com a Regata da Gazeta também foi uma mais-valia, porque é um evento que já tem nome e que chama muita gente por si só”, frisou.
Já Manuel Bandeira Duarte, da Ágora, sugeriu que deveriam ter uma imagem gráfica da rota e acabou por ser convidado para a fazer. Aceitou o desafio e procurou incluir ícones que representam a parte ambiental, animal, comida, saúde e do associativismo. O autor escolheu desenvolver a imagem a preto e branco, mas para a versão digital trabalham com as quatro cores que são a base das associações presentes (o azul, o amarelo, o vermelho e o verde). “Com a rota chamamos gente para a Regata e recebemos pessoas de lá”, disse, admitindo que não esperavam uma participação tão grande e mostrando-se esperançado de que o evento possa realizar-se mais vezes. ■