Secular Círio de Nossa Senhora da Vitória celebrado na Nazaré

0
288

A quinta-feira de Ascensão, que este ano se celebra a 17 de Maio, volta a ser assinalada com o Círio de Nossa Senhora da Vitória, uma romagem entre Nazaré e a ermida que se situa em Paredes (concelho de Alcobaça), cuja origem os historiadores apontam para o século XV. Terá sido nessa altura que a decadência da população de Paredes levou a que a população migrasse para a Pederneira, trazendo consigo, não só os privilégios régios concedidos aquela povoação, mas também a devoção a Nossa Senhora da Vitória, protectora dos navegantes.
Dando seguimento a uma tradição que sobreviveu no tempo e que se continua a realizar anualmente, os romeiros e respectivos cavalos juntam-se às 8h30 da próxima quinta-feira, junto ao centro Cultural da Nazaré, daí seguem para o Sítio, onde por volta das 10h00 dão três voltas ao santuário e assistem ao “Canto das Loas”.
Pelos caminhos da costa, o Círio prossegue até à Ermida da Senhora da Vitória, já na praia das Paredes, onde a partir das 12h00 decorrem as celebrações religiosas – o “Canto das Loas” pelos Anjos à Virgem e missa. Depois de um arraial, os romeiros regressam ao Sítio da Nazaré, onde deverão chegar às 18h30 para mais três voltas ao Santuário e novo “Canto das Loas”. Às 19h00 o Círio parte do Sítio para a praia.
“O colorido dos trajes, a imponência dos cavalos, a genuinidade das loas, os acampamentos e os piqueniques no areal, tornam o círio de Nossa Senhora da Vitória numa das mais características manifestações da cultura popular nazarena, que continua a atrair centenas de pessoas”, diz a autarquia nazarena.

J.F.