Seiscentos alunos de seis municípios no CCC para o arranque do Mês da Juventude do Oeste

0
635

JuventudeCom música, dança e uma conversa sobre o voluntariado se iniciaram as celebrações do Mês da Juventude que este ano se estendem a seis municípios do Oeste. O arranque foi na terça-feira, 15 de Março, no grande auditório do CCC com a presença de 600 alunos das Caldas, Óbidos, Alcobaça, Peniche, Bombarral e Cadaval. A sessão foi animada pelo grupo de bombos da ETEO e pelos alunos do Colégio Rainha D. Leonor.

Foram cerca de 600 alunos que, na manhã da passada terça-feira, ouviram o chefe de gabinete do Secretário de Estado da Juventude e Desporto, Nuno Félix, encerrar a sessão de abertura felicitando os municípios por esta iniciativa e afirmando que “este governo está fortemente empenhado em construir uma nova geração de políticas públicas de juventude”.
O governante notou que era véspera de Dia do Estudante, em que se celebra a luta dos estudantes portugueses pela liberdade de expressão e associação, e deixou dois desafios: que se aproveitem as oportunidades de criar redes e que apostem nos orçamentos participativos jovens ( que começam a multiplicar-se por todo o país) e nos conselhos municipais da juventude.
A terminar ainda um último desafio, este aos jovens: “para que não fiquem em casa, para que participem na vida em comunidade, para que reivindiquem o que entendem ser seu por direito porque este país é essencialmente vosso, não só no futuro, como já no presente!”.
A começar a sessão, uma actuação do grupo de bombos da ETEO  animou a entrada, com aplausos da plateia, que se repetiram no momento de dança protagonizado pelos alunos do Colégio Rainha D. Leonor.
Todos os concelhos usaram da palavra. Começou Tinta Ferreira, presidente da Câmara das Caldas, que recordou que esta iniciativa começou com um Dia da Juventude nas Caldas, depois uma semana nas Caldas e, no ano passado, uma Semana da Juventude alargada a três municípios. Este ano são seis.
Inês Silva, vereadora da Juventude de Alcobaça, aconselhou os jovens a trocar contactos e a participar nas actividades dos seis municípios, “porque é muito importante esta troca de experiências e esta amizade”.
Já José Manuel Vieira, presidente da Câmara do Bombarral, mostrou a sua alegria por ver o seu concelho integrado na iniciativa e a sua esperança que para o ano possam ser os 12 municípios oestinos a participar. O edil considerou “absolutamente legítimo que esta sessão seja nas Caldas porque tem sido uma alavanca muito forte”.
Por sua vez, o presidente da Câmara do Cadaval, José Bernardo Nunes, também agradeceu às Caldas e disse ser “muito importante unir esta juventude, não só porque traz algumas actividades à juventude do Cadaval, como permite que partilhem experiências e vivências com os jovens dos outros municípios”.
António José Correia, presidente da Câmara de Peniche, explicou que “o que se está a passar com este Mês da Juventude é uma coisa única e que vai ter outros desenvolvimentos próximos”. Notou ainda que é preciso que mais pessoas se dediquem a causas de forma voluntariosa.
O último presidente de Câmara a falar foi o de Óbidos, Humberto Marques, que afirmou que as Jornadas da Juventude sobre voluntariado podiam ser “o início de muitas oportunidades” para os jovens. E terminou recordando que são estes o garante do futuro.
À sessão de abertura seguiu-se a sessão “Voluntariado” das Jornadas da Juventude, em que Dúlio Santos (AFS) e Raquel Gonçalves (Join4Change) partilharam as suas experiências de voluntariado. Fernanda Oliveira e José Branco (IPDJ) e Lina Carla Nicolau (responsável pelo voluntariado na Escola Secundária Raul Proença) deram a conhecer as possibilidades desta actividade cívica que estas instituições oferecem.

O CCC alunos