Situação do teletrabalho em Portugal: é fácil?

0
14

Com a pandemia a redefinir os contornos do ambiente de trabalho, a produtividade em casa tornou-se uma conversa de café — ou melhor, de videoconferência. Este artigo tem como missão desbravar a situação do teletrabalho no território luso e servir de bússola para quem busca ser mais eficiente entre quatro paredes.

Vamos revelar dicas práticas que transformam o lar num cenário de produtividade, incluindo a escolha de uma cadeira escritório ergonómica, peça-chave no conforto e eficácia dos trabalhadores a partir de casa.

Situação atual do teletrabalho em Portugal

Nos últimos tempos, as estatísticas apontam para um crescimento significativo das pessoas que optam pelo teletrabalho, impulsionado não só pela pandemia, mas também pela busca de uma melhor qualidade de vida. A necessidade de distanciamento social e as restrições impostas pelo contexto sanitário global aceleraram a adopção do trabalho a partir de casa, que rapidamente passou de uma possibilidade remota a uma realidade palpável.

Apesar de muitos trabalhadores terem encontrado nos seus lares um refúgio laboral, a transição não foi isenta de desafios. Dificuldades de adaptação e gestão de equipas e a implementação de medidas de segurança da informação, são apenas a ponta do iceberg. Ainda assim, para muitos profissionais, o trabalho à distância revelou-se uma lufada de ar fresco, permitindo-lhes economizar tempo e dinheiro em deslocações, além de oferecer uma maior flexibilidade para gerir o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal.

Benefícios do teletrabalho em Portugal

A possibilidade de trabalhar a partir de casa trouxe uma revolução silenciosa para os trabalhadores e para as empresas. Para o trabalhador uma das vantagens é a liberdade de dizer adeus à correria matinal e à maratona de transportes públicos – trocando por mais horas de sono ou tempo de qualidade com a família. Há ainda a redução de custos, já que o passe mensal e o café de máquina do escritório ficam na gaveta das memórias.

Do lado das empresas, a perspectiva também é positiva:

  • Menos espaço físico significa menos despesas,
  • Com a adoção de práticas de gestão à distância, muitas descobrem que a produtividade muitas vezes aumenta.

Esta mudança progressiva pode estar a desenhar um novo contorno na economia Portuguesa, onde o trabalho online é protagonista e a felicidade dos trabalhadores a narrativa principal.

Como ser mais produtivo no teletrabalho

A chave para aumentar a sua produtividade em trabalho à distância é criar um espaço de trabalho que seja ao mesmo tempo confortável e funcional. Não subestime o poder de uma cadeira de escritório ergonómica: ela pode ser a heroína na sua luta contra o monstro do desconforto e das dores nas costas. Uma boa cadeira é como um bom par de sapatos: indispensável para uma maratona!

Além da escolha do mobiliário do local onde vai trabalhar e estabelecer uma rotina são cruciais:

  • Defina e respeite os seus horários de trabalho
  • Organize o seu espaço de trabalho diariamente
  • Faça um planeamento diário das tarefas
  • Para ajudar na organização e gestão do tempo, faça uso de ferramentas online e de aplicações de gestão de tempo
  • Lembre-se, pequenas pausas são recargas de energia para manter a sua mente focada
  • Ignore todas as tarefas domésticas que estão por fazer

Muito importante é que se sinta confortável no local onde vai trabalhar e que proteja a sua saúde. Estes são alguns pontos a ter em conta no seu mobiliário de escritório caseiro:

  1. Uma cadeira de escritório ergonómica é essencial para a saúde da sua coluna. Deve escolher um modelo que esteja pensado ergonomicamente para uma pessoa que passará entre 6 a 8 horas sentado.
  2. Um secretaria simples é o mais adequado, colocando em cima da mesma, apenas o essencial para as suas funções laborais. Quanto menos distrações melhor.
  3. Crie um ambiente limpo, relaxado e com boa iluminação.

Desafios do teletrabalho em Portugal

Trabalhar a partir de casa tem os seus encantos, mas também desafios:

  1. Interação social – ou a falta dela – muitas vezes deixa os trabalhadores a falar sozinhos em casa, lidando com o silêncio que, às vezes, fala demasiado alto.
  2. Isolamento e sentimento de solidão podem bater à porta.
  3. Instabilidade na saúde mental devido ao stress e ansiedade de trabalhar sozinho e sem partilha de dificuldades laborais com os colegas de trabalho ou os superiores hierárquicos.

Se se sente muito afetado com estes desafios que o teletrabalho lhe proporciona, fale com o seu superior e sugira uma pequena alteração na sua rotina laboral, dividindo os dias em que trabalha em casa e as que trabalha a partir do escritório da empresa.

Pode ainda optar por trabalhar num espaço de trabalho partilhado. Já existem muitas opções para quem opta pelo trabalho à distância.

Ao mergulharmos no universo do teletrabalho em Portugal, desvendamos um quadro pintado com pinceladas de liberdade e autonomia, mas também salpicado com gotas de desafios e adaptações. Os benefícios são claros: mais tempo com a família, menos gastos em deslocações, e um equilíbrio mais pacifico entre seu mundo pessoal e o profissional.

Para que o final feliz não seja apenas uma miragem, é crucial que haja um esforço conjunto para encontrar um equilíbrio entre a produtividade e o bem-estar.