Teatro em Óbidos feito pela comunidade e escolas do concelho

0
478
O teatro está de volta a Óbidos (foto de arquivo)

O festival, decorre durante o mês de junho, com entradas livres

 

O teatro volta a Óbidos durante o mês de junho, num festival feito pela comunidade e escolas do concelho. As peças decorrem no auditório municipal da Casa da Música e as entradas são livres. A primeira peça a subir ao palco, na tarde de domingo, na biblioteca Municipal- Casa José Saramago, está inserido no ciclo de espetáculos Antiprincesas, com a interpretação de Cláudia Gaiolas.
No dia seguinte, pelas 18h30, o Grupo de Teatro do Complexo Escolar do Alvito, encenado por Susana Isidoro, apresenta À Descoberta da Vida, no auditório da Casa da Música. Já a 7 de junho, pelas 21h00, sobe ao palco o Grupo de Teatro A Raiz de Usseira com É uma Revista Feliz, Com o Grupo a Raiz!, numa encenação de Gonçalo Costa. No sábado, à mesma hora, será o grupo de teatro de A-dos-Negros, denominado Reflexos, a apresentar Comunicação ou Auto da Feiticeira Cotovia de Natália Correia, encenado Inês Fouto. A peça infantil O Poder do Amor, produzida por O Meu Mundo Azul, será apresentada na Casa José Saramago, a 11 de junho, pelas 11h00. No dia 12, pelas 18h30, o Grupo de Teatro do Complexo Escolar do Furadouro, encenado por Carina Freitas, leva à Casa da Música as peças A Menina num Mar de Plástico e A Princesa Ralheta.
A 18 de Junho, pelas 18h00, será apresentada a A Volta ao Mundo em 80 Dias, pela Byfurcação Teatro, e no dia seguinte, pelas18h30, o Grupo de Teatro do Complexo Escolar dos Arcos volta ao palco com a Rita Risonha, a Bailarina Gorda, numa encenação de Ana Rita Arez.
O Grupo de Teatro Animais de Palco de Amoreira, encenado por José Ramalho, apresenta, a 23 de Junho, pelas 21h30, as peças Um Pedido de Casamento e O Aniversário do Banco, enquanto que no dia seguinte, o Grupo de Teatro Águas Vivas de Olho Marinho leva à cena Tá tudo Tantan!, encenado por Marlise Gaspar.
Os atores Ruy de Carvalho e Luís Pacheco apresentam, a25 de junho, pelas 18h00, Ruy, A História Devida, e o festival termina na tarde de 27 de junho, com A Grande Família!, pelo Grupo de Teatro do Complexo do Alvito. ■