Uma viagem por receitas internacionais

0
1677

Estrangeiros residentes na região sugerem algumas das receitas típicas dos seus países aos nossos leitores. E dizem-nos também quais os pratos portugueses que preferem.

 

sueciaLars Larsson (Suécia) há 3 anos em Portugal

O Köttbullar é um dos pratos mais famosos da Suécia. Trata-se das almôndegas (que podem ser de diferentes carnes) com molho, puré de batata e geleia de lingon, que é um pequeno fruto que não existe em Portugal. Muitas vezes inclui-se na Smörgåsbord, que é uma refeição de vários petiscos de carne, peixe, queijos, pães e outras iguarias típicas do país.

prato-sueciaIngredientes:
Para as almôndegas: Carne de vaca picada, cebola picada em cubos, leite, manteiga, ovo, farinha, noz moscada, pimenta e sal
Para o molho: manteiga, farinha, caldo de carne, natas, sal e pimenta
1-Numa frigideira grande adicione a manteiga e a cebola e frite. 2-Tire a cebola para uma tigela e adicione-lhe o leite, o ovo, farinha, sal, pimenta e noz moscada e misture. Depois junte a carne e misture até que forme uma massa.
3- Fazer pequenas bolas com a massa.
4- Levar à frigideira com manteiga e fritar em lume brando.
5- Virar as almôndegas até estarem douradas. Aí retirar da frigideira, onde irá adicionar manteiga e farinha, mexendo. Junte o caldo de carne e depois as natas e complete com o sal e a pimenta.
6- Depois de o molho estar pronto, junte as almôndegas apenas durante uns minutos.
7-Sirva com puré de batata, geleia de lingon e pickles.

De Portugal gosto das entremeadas. Na Suécia também temos, mas são mais cozinhadas.

 

belgaPatrick Belgituda (Bélgica) há 3 anos em Portugal

Stoofvlees Met Bier quer dizer bifes na cerveja, que é o meu prato preferido e que é barato. Trata-se de um prato que é acessível a toda a gente. Na Bélgica existem mais de 1500 cervejas diferentes e este é feito com Brown Ale, que é um estilo de cerveja mais escuro.

prato-belgaIngredientes:
1 quilo de bife para estufar, cebola, alho, manteiga, sal, louro, mostarda e cerveja Brown Ale
Preparação:
1- Coloca-se o bife na frigideira com manteiga até estar ligeiramente cozinhado
2- Retira-se o bife e coloca-se cebola e alho. Depois adiciona-se a cerveja
3- Juntar o sal, o louro e a mostarda
4- Colocar os bifes uns minutos na frigideira e servir com batatas fritas e salada

Da gastronomia portuguesa gosto muito do polvo e da raia à lagareiro.

 

francesJean Pierra Hougas (França) há 9 anos em Portugal

O Tournedos Rossini é um clássico sofisticado e intemporal que tem sempre sucesso garantido! Um saboroso filé, servido com uma fatia de foie gras por cima e complementado por deliciosas trufas…

 

prato-francesINGREDIENTES
6 tournedos de filé mignon (lombo de vaca)
6 fatias de pão de forma
6 fatias de foie gras
6 lâminas de trufas
30 cl de caldo de carne
10 cl de vinho da Madeira ou do Porto
85 g de manteiga
sal fino, pimenta branca moída na hora

1 – Use um molde para cortar as fatias do pão de forma e doure-as numa frigideira com 40 g de manteiga, em seguida reserve-as num local quente. Corte os medalhões de foie gras (5 a 8 mm de espessura) e as lâminas de trufas.
2- Aqueça 40 g da manteiga numa frigideira em lume médio, e frite os tournedos nos dois lados por 3 a 4 min. em lume alto. Quando estiverem bem dourados, baixe o lume e deixe-os cozinhar um pouco, virando-os várias vezes de acordo com o ponto de cozedura pretendido. Quase no fim, poderá retirar o cordão do tournedos. Frite em seguida os lados do tournedos e depois reserve-os. Reserve também a frigideira onde foram fritos.
3- Prepare o caldo de carne e junte-lhe os restos de trufas e de foie gras que guardou durante o corte. Na frigideira onde fritou os tournedos, dilua em caldo de carne o Vinho do Porto ou da Madeira caramelizado, e acrescente uma noz de manteiga para dar brilho ao molho que cobrirá os seus tournedos Rossini.
4- Disponha as fatias de pão torrado sobre pratos quentes (coloque os pratos num forno regulado a 90°C durante alguns minutos). Deite molho sobre cada um deles e, em seguida, disponha neles os tournedos. Coloque uma fatia de foie gras sobre cada um deles. Termine com uma lâmina de trufa. Regue com o molho bem quente. Sirva imediatamente.

Da gastronomia portuguesa gosto do leitão da Bairrada; arroz de tamboril e cataplana

 

brasileiroprato-brasileiroRony Ramos (Brasil) há 7 anos em Portugal

Na minha região do Brasil, que é o Nordeste, tem várias comidas típicas em várias épocas do ano. O meu prato favorito é feijão preto com arroz, bife e batata frita. Na minha região também se come feijão com arroz bife e farofa de mandioca. A mais típica do Nordeste é mandioca frita ou cozida com Carne de Sol. É uma peça de Alcatra, que leva muito sal e depois fica a descansar um bom tempo. Depois é lavada, cozida para tirar o excesso do sal, e depois é frita com cebolas.
A Feijoada à brasileira leva feijão preto, chouriço e pedaços de carne de porco (orelha e pé). Também é servida com farofa de mandioca.
Não existe uma altura especial para as comer, é comida do dia a dia.

Os pratos portugueses que mais gosto muito são bacalhau com natas e cozido.

 

inglesaJacqueline Branco (Inglaterra) há 28 anos em Portugal

 

Nós, britânicos, somos muito orgulhosos em dizer que o nosso prato
favorito é o tradicional assado do domingo.  Ele traz de volta
tantas memórias de infância felizes… Mesmo
quando saí de casa, continuei com esta tradição e aqui
em Portugal adicionei alguns toques especiais para fazer esse prato
de Roast Lamb – Borrego Assado um pouco extra especial.
Ingredientes:
2 kg de perna de cordeiro;1 bolbo de alho
½; um monte de alecrim fresco; 1 colher do sopa massa do pimentão;
1,5 kg de batatas;
1 limão; azeite
Molho de Hortelão:
1 monte de menta fresca;
1 colher de chá de açúcar; 3 colheres de sopa de vinagre de vinho;
repolho com manteiga e cenouras
Método:
prato-inglesRetire o cordeiro do frigorífico uma hora antes de cozinhar e deixe-o chegar à temperatura ambiente.
Pré-aqueça o forno a 200ºC e coloque um prato de
assar para as batatas no fundo.
Quebre o bolbo do alho em dentes, depois descasque três deles, deixando o resto
inteiro. Escolha e corte metade das folhas de alecrim. Descasque e
corte as batatas a meio.
Esmague o alho descascado numa tigela, adicione o alecrim picado,
junte o sumo do limão e óleo
e, em seguida, misture.
Tempere o borrego com sal marinho e pimenta preta, depois junte com a
marinada e esfregue toda a carne. Coloque a bandeja no forno.

Coza as batatas numa panela com água e sal durante 10
minutos, em seguida, escorrer e deixar secar ao vapor. Adicione os restantes raminhos de alecrim e dentes de alho inteiros
às batatas, tempere com sal e pimenta. Junte um fio de óleo.
Junte as batatas já cozidas em volta do borrego e cozinhe durante 1 hora e 15 minutos, ou 1
hora e 30 minutos, se preferir mais bem passado.
Enquanto isso, faça o molho de menta. Escolha e corte finamente as
folhas de hortelã e coloque numa tigela pequena. Misture o
açúcar, uma boa pitada de sal, uma colher de sopa de água quente e o
vinagre.
Quando o borrego estiver cozinhado ao seu gosto, retire do forno e
deixe descansar por mais de 15 minutos. Esculpe e sirva com as batatas
assadas, molho de hortelã.

Gosto da maioria dos pratos portugueses. Não gosto apenas da tradicional feijoada, cabidela e enguias.

 

modavoDenis Marandici (Moldávia) há 15 anos em Portugal

A Placinta é o pão típico da Roménia e da Moldávia que se serve recheado com queijo, couve ou batata. Este é um prato que historicamente tem origem na altura do Império Romano. Não há nenhuma altura especial em que se coma este prato, pois é tão típico que é raro não encontrá-lo em todas as mesas da Moldávia.

prato-moldavoIngredientes: Farinha; 1 copo de Kefir; meia colher de bicarbonato de sódio; pitada de sal; queijo tipo requeijão; ovos; couve e manteiga derretida. O queijo pode ser substituído por batata.

Modo de preparação:
1. Peneirar a farinha com bicarbonato de sódio; Verter no centro da taça o Kefir e amassar a massa até ficar com uma textura elástica. Deixar repousar.
2. Misturar o queijo com os ovos e adicionar a couve picada, até se obter uma textura cremosa.
3. Dividir a massa em quatro partes iguais e estender cada uma delas em círculos. É importante que as bordas fiquem tão finas como o centro do círculo.
4. Colocar o recheio no centro de cada círculo e espalhar um pouco.
5. Esticar cuidadosamente as bordas do círculo e trazê-las para dentro, de forma a que o recheio fique acondicionado dentro da massa.
6. Fritar as Placintas numa frigideira larga, inicialmente em lume médio, mas reduzindo o calor à medida que o pão fica cozinhado de ambos os lados.
7. Derreter a manteiga em lume brando (sem mexer) e regar as Placintas com a manteiga derretida.

Em Portugal gosto, sobretudo, de comer peixe e marisco.

 

iraqueDaud Al Anazy (Iraque) há 2 anos em Portugal

O prato  preferido é o kubbat mossul.

(uma espécie de kibe muito frequente na zona de Mossul, Iraque)

prato-iraqueOs ingredientes são:
arroz, água, ovos, carne picada, cebolas, sultanas, Pimenta de Caiena, açafrão, sal.

1. Coze-se o arroz, dois quilos, de forma a não ficar com muita água. Quando quase frio, Passa-se por um processador  até ficar uma massa homogênea  e fácil de moldar.
2. Acrescentam-se dois ovos inteiros para dar elasticidade à mesma e mistura-se muito bem. Formam- se bolas desta massa e deixam- se repousar até estarem bem firmes. Depois recheiam- se com a mistura da carne picada ( de vaca ou de borrego ) previamente passada pela frigideira a que se misturaram os temperos, a cebola bem picadinha e as sultanas.
3. Fazem-se os kubbat redondos achatados ou no formato de croquetes.
4. Guardam- se no congelador para ganharem consistência.
Quando se vão comer, descongelam- se, passam- se por ovo batido e fritam- se em óleo bem quente.
Comem-se como entrada, petisco ou prato principal. Não se dispensam nas festas familiares ou nos encontros com amigos.

O meu prato preferido é arroz de tomate malandrinho com peixinhos  fritos.

 

angolaÁlvaro Silva (Angola) há 42 anos em Portugal

O prato preferido é a mwamba de galinha

prato-angolaIngredientes: galinha ou frango do campo, cebola, alho, tomate, rama de batata-doce, quiabos e a pasta da mwamba (fruto déndén). Prepara-se como um frango guisado só que com os ingredientes acima descritos, claro que se tempera ao gosto com sal pimenta e picante. Normalmente acompanha com pirão (espécie de pudim com farinha de milho) mais no sul de Angola, e no norte com funje (preparado com farinha de mandioca).
Normalmente come-se num contexto familiar e amigos, em festas e convívios.

Os pratos que mais aprecio são o célebre cozido à portuguesa, arroz de pato, feijoada à transmontana e ainda todos os pratos de bacalhau.