Terça-feira, 18 de Junho de 2024, 6:57
- publicidade -
Início Tags DE BRAÇOS ABERTOS

Etiqueta: DE BRAÇOS ABERTOS

De Braços Abertos – Despertar

Aproxima-se o dia em que chegarão as medidas de austeridade e todos sentiremos as consequências da governação incompetente e mentirosa deste país. Até agora,...

De Braços Abertos – Sapatinho

Em época natalícia, é preciso pensar nas prendas que gostaríamos de ver no sapatinho. No nosso e no daqueles que mais gostamos, pois o...

De Braços Abertos – Comunicação

Somos sistemas móveis de comunicação. Sistemas, porque tudo em nós comunica e interage para produzir mensagens, tenhamos ou não consciência do que transmitimos. Móveis,...

De Braços Abertos – Internacionalizar

Sete biliões de consumidores mundiais, setecentas vezes mais do que os existentes no mercado interno. Se há prioridade económica onde o consenso impera, sejam...

De Braços Abertos – Garrafa das Caldas

Caldas da Rainha é terra de invulgar e distinta riqueza cultural. As suas gentes, a sua natureza, o seu património e iniciativas caracterizam-na como destino atractivo e prazenteiro para visitantes regulares e turistas ocasionais.

De Braços Abertos – Citações

“Vivemos actualmente uma situação particularmente difícil que exige de todos nós o nosso melhor e exige, como diria Churchill, mais do que isso, exige que façamos o que é necessário” afirmou recentemente o ministro de Estado e das Finanças Teixeira dos Santos, durante a apresentação de um estudo económico da OCDE.

De Braços Abertos – Viaturas

As viaturas constituem um suporte privilegiado para a disseminação e promoção da imagem da empresa ou instituição. Pela sua elevada mobilidade e visibilidade, bem como pela significativa superfície de exposição que oferecem aos públicos-alvo, as viaturas estendem a comunicação da empresa para lá da sua área de localização, atingindo potenciais mercados que, de outra forma, dificilmente seriam alcançados.

De Braços Abertos – (A)Normalidades

Por razão da capacidade adaptativa dos seres vivos às diferentes condições da natureza, o que é, indiscutivelmente, uma qualidade admirável e condição indispensável à sobrevivência das espécies, tendemos igualmente a adaptar-nos e a aceitar novos comportamentos sociais, mesmo quando antes os rejeitávamos.

De Braços Abertos – Reclamações

As organizações bem geridas procuram desenvolver processos de trabalho eficientes e que sejam do agrado dos seus clientes. Contudo, nem sempre as coisas correm bem e, quando o cliente delas se apercebe, pode ocorrer uma reclamação.

De Braços Abertos – Fazer

“Estavam cinco sapos em cima de um tronco e três decidiram saltar. Quantos ficaram no tronco?” Este problema, aparentemente simples e de solução óbvia, lembra o facto evidente de que não basta decidir para que as coisas apareçam feitas.

De Braços Abertos – Competitividade

Num mercado aberto, em que a concorrência funcione de facto, com respeito pela lei e pela ética, só há lugar para quem se empenha diariamente na aumento da produtividade, da qualidade, da inovação e do serviço ao cliente, alargando se possível as fronteiras do seu mercado tradicional.

De Braços Abertos – Heróis

Homenagear “aqueles que por obras valorosas, se vão da lei da morte libertando” é, não só justamente merecido, como de indiscutível utilidade para o reforço da nossa identidade social. A pátria dignifica os seus e, ao fazê-lo, dignifica-se a si própria. Sempre foi assim e continuará a sê-lo, questionando-se apenas a forma como o faz.

De Braços Abertos

Porque complicamos aquilo que, por natureza, é simples? Porque não simplificamos aquilo que, sendo complexo, ganharia em ser tratado de forma simples? Porque é que, noutros casos, julgamos simples aquilo que realmente é complexo e, por isso, devia ser tratado como tal? A noção exacta do que as coisas são, ou deveriam ser, não é fácil.

De Braços Abertos – Preço

O preço é o valor pedido ao cliente como contrapartida de uma oferta comercial que o vendedor lhe propõe. O que pretende o vendedor? Receber um valor superior ao que oferece ao cliente. O que pretende o cliente? Receber um valor superior ao que dá como contrapartida ao vendedor.

De Braços Abertos – Desemprego

Vivemos momentos excepcionais que exigem de todos um empenho excepcional. Por motivos que cada um entenderá como suas convicções, a economia de Portugal está na penúria e uma parte significativa da sociedade

De Braços Abertos – Normas

Os processos de trabalho são regidos por normas, as quais definem procedimentos, cargas de trabalho e tempos de execução.

DE BRAÇOS ABERTOS – Qualidade dos serviços

Mais de metade do produto nacional e do emprego são gerados no sector dos serviços. E serviços existem em todos os sectores de actividade, desde o momento em que esta assume uma natureza empresarial

Edição #5543

Assine a Gazeta das Caldas e aceda todas as notícias premium da região Oeste.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO