Centro Hospitalar do Oeste realiza tratamento pioneiro

0
426
A equipa do hospital caldense que realizou o tratamento

Esta modalidade, por via subcutânea facilitada, é há muito aguardada pelos doentes e seus cuidadores

A Unidade de Imunoalergologia do CHO, efetuou, pela primeira vez em Portugal, a administração de Imunoglobulina Humana Subcutânea Facilitada, tendo o procedimento decorrido no Hospital de Dia Polivalente, na unidade das Caldas da Rainha. De acordo com aquele centro hospitalar, este tratamento é essencial à vida dos doentes com défices do sistema imunitário, repondo as defesas que estes doentes não conseguem produzir para combater as infeções.
Esta nova modalidade terapêutica vem revolucionar o modo de administração, dando mais liberdade e autonomia aos doentes. Estes passam a poder efetuar o tratamento comodamente em suas casas apenas uma vez por mês. “Esta inovação é devida à administração de uma enzima, a hialuronidase humana recombinante, que permite a criação de um espaço debaixo da pele para receber maiores volumes de imunoglobulina”, explica o CHO, em nota de imprensa. De acordo com a instituição, as primeiras administrações ocorrem em meio hospitalar, sendo efetuado o ensino da técnica de administração ao doente pela equipa médica e de enfermagem, passando o doente a fazer o mesmo no domicílio depois de se comprovar ter adquirido autonomia para o procedimento. O tratamento foi supervisionado por Ruben Duarte Ferreira, especialista em Imunoalergologia do CHO, tendo sido administrado pela equipa de enfermagem ligada à Unidade de Imunoalergologia, na unidade caldense.
“A administração decorreu com sucesso, para grande satisfação da primeira doente a ser tratada e de todos os profissionais envolvidos”, refere o CHO, acrescentando que este procedimento foi o culminar de um processo no qual estiveram empenhados, desde o início, os Serviços Farmacêuticos do CHO, que após a aprovação pela Comissão de Farmácia e Terapêutica, desenvolveram todos os esforços para disponibilizar este medicamento indispensável da forma mais rápida possível. Está previsto que este tratamento seja progressivamente alargado a outros doentes com patologias deste foro durante os próximos meses.
Coordenada por Susana Carvalho, a Unidade de Imunoalergologia do CHO, acompanha pessoas com Imunodeficiências Primárias, doenças que se caracterizam por défices do sistema imunitário que levam a infeções repetidas, bem como outros fenómenos de imunodesregulação, tais como a autoimunidade, e doenças oncológicas. Ao todo, são mais de 450 doenças diferentes. ■