Brasileiro transforma sacos de ração em mochilas para comprar… ração para animais de rua

0
1450
| D.R.

O brasileiro Wallace de Almeida, do Rio de Janeiro, é o fundador do projecto SustentaCão, que se dedica a transformar os sacos de ração utilizados em mochilas personalizadas. Depois, este brasileiro pega no dinheiro que ganha na venda das bolsas para comprar… ração e medicamentos para os animais de rua dos bairros cariocas de Bangu e Padre Miguel.
O projecto foi lançado em Julho deste ano e une Wallace e o irmão, André de Paula, que tratam de produzir as bolsas e de as vendas, mas também no cuidado dos animais.
As criativas bolsas custam 15 reais (o equivalente a 3,29 euros) e são vendidas através das redes sociais e em feiras em que Wallace participa.
A ideia de transformar os sacos de ração antigos, que são considerados lixo e um desperdício, surgiu há alguns anos, quando estava a servir refeições para sem-abrigos no Rio de Janeiro.
Na altura, este brasileiro era voluntário num projecto social e durante o trabalho acabou por se aperceber que muitos dos sem-abrigo também tinham animais de estimação. Foi para ajudar esses cães e gatos que começou a transformar os sacos vazios em algo valioso.
Quem tem animais tem uma ideia acerca do número de sacos de ração que acaba por deitar para o lixo ao fim de um mês ou de um ano.
Esta é uma forma de combater o desperdício de plásticos, dando um novo uso a um produto que muitas vezes (e como acontece com muitos plásticos) se destina a ser usado apenas para um fim e durante um período de tempo limitado e, regra geral, curto.
Entre as criações deste filantropo empreendedor estão também as capas impermeáveis feitas com o mesmo material.
O trabalho de Wallace de Almeida pode ser visto no seu Instagram (@wpalapala)