Razzle Dazzle casa a pizza napolitana com a cozinha portuguesa

0
1384
O caldense Gonçalo Caetano, o chef e sócio-gerente, ladeado pelos colaboradores

Pizzaria abriu no espaço do restaurante Tijuca

Há uma nova pizzaria nas Caldas, a Razzle Dazzle – Pizza & Beer, localizada no n.º 89 da Rua de Camões. A pizzaria abriu portas a 10 de agosto, depois de alguns atrasos na obtenção, por parte das novas proprietárias, das autorizações para as obras de recuperação do prédio classificado como património histórico.
Razzle Dazzle aposta unicamente nas pizzas, cuja base é ao estilo napolitano, feita com fermentação natural e farinhas de moleiro de Alenquer, mas tudo o resto é português. “Os toppings e as receitas que crio são coisas nossas, que gostamos de comer”, contou o caldense Gonçalo Caetano, de 39 anos, o chef e sócio-gerente, que reparte a posse do estabelecimento com os amigos, Filipe Santos e Marques Gama.
A autenticidade da pizza está também patente nos ingredientes usados: o tomate é San Marzano (italiano) e o queijo é comprado a italianos a residir em Portugal.

Há 24 lugares: duas mesas comunitárias (de oito) e duas para quatro pessoas

Verifica-se também que a modernidade se alia à tradição. Por um lado, são luzes néon que delineiam o nome do restaurante, uma espécie de “tcharan!” em português (dazzle é algo que causa deslumbramento). Por outro, tudo é cozinhado na hora num forno 100% a lenha, construído de raiz e aceso todo o dia, não havendo microondas nem fogão elétrico. E as paredes foram refeitas com tijolo “burro”, como antigamente.
Destaque ainda para o conceito de mesas comunitárias, com oito lugares, das quais há duas, a que se juntam duas de quatro lugares, perfazendo um total de 24 lugares.
“Achamos importante as pessoas poderem partilhar as experiências. Há quem, inicialmente, estranhe, mas depois entranha, e às vezes já está tudo a conversar”, afirmou o chef, que viveu 12 anos na Ásia, onde trabalhou no restaurante tailandês Gaggan Anand, já considerado o melhor restaurante asiático, ou no Tromba Rija, no Centro de Convenções e Entretenimento da Torre de Macau. O chef trabalhou também num restaurante com estrelas Michelin nas Ilhas Faroe e, ainda na Ásia, gravou programas de culinária portuguesa para a TV da China, Coreia, Japão e Tailândia. Há dois anos, regressou a Portugal e voltou a apostar na formação, desta feita, o curso de Padaria Avançada da EHTO, após o qual começou a fazer pizzas, que fizeram sucesso, e assim nasceu o projeto do restaurante, o seu primeiro.
As pizzas podem acompanhar com uma cerveja Musa, e há sempre música a passar, criando um ambiente acolhedor e descontraído. Que o digam os clientes que, de quarta a domingo, das 12h30 às 15h00, e das 19h30 às 23h00, e às terças à hora de jantar, lotam o restaurante, que serve cerca de 100 pizzas por dia. Assim, é aconselhável a reserva de mesa, havendo ainda take-away (mas não entrega ao domicílio ou pela Uber Eats ou Glovo). ■

 

Faça em casa

Ingredientes:
pizza feita há algum tempo

1.Preparar
Colocar a frigideira antiderrapante a temperatura média-baixa

2.Colocar a pizza
Colocar as fatias de pizza na frigideira e cozinhar por 2 minutos até ficarem com a base crocante

3.Baixar a temperatura
Baixar a temperatura para o mínimo e colocar algumas gotas de água na frigideira afastadas das fatias de pizza

4.Finalizar e servir
Tapar a frigideira com uma tampa e deixar cozinhar por um minuto para derreter o queijo. Comer as fatias de pizza crocantes por baixo, com o queijo derretido e fofas na borda