Região tem uma dezena de empresas no Top 5% PME nacional

0
70

Alcobaça e a indústria são o concelho e o setor com maior representação. Índice mede desempenho financeiro

Dez empresas da região obtiveram certificação Top 5% PME 2020 pela consultora Socring, que classifica as empresas relativamente ao desempenho económico-financeiro.
Entre estas 10 empresas (ver lista), cinco são do concelho de Alcobaça, o Bombarral e Óbidos têm duas e a restante é das Caldas da Rainha. Quanto aos setores de atividade, a indústria é o mais representado, com quatro empresas, seguido dos serviços com três, hotelaria, construção e comércio com uma cada.


Esta certificação é atribuída a sociedades anónimas e por quotas, incluindo as unipessoais, sujeitas à obrigatoriedade de publicitação de contas. Estas têm que ser PME, ou seja, empresas com volume de negócios entre 100 mil a 50 milhões de euros e com até 250 trabalhadores no quadro. Segundo a Scoring, esta filtragem reduz a amostragem a menos de 20% do parque empresarial do país.
A partir desta filtragem, a empresa passa à análise financeira, nomeadamente a determinação do desempenho económico e de solidez financeira através do método ScorePME, desenvolvido pela consultora, que permite encontrar as empresas que constituem o top 5% das PME nacionais, que reflete as empresas com uma classificação do desempenho económico-financeiro entre 80% e 100%.
A Scoring acrescenta que todas as empresas da lista apresentaram valores acima de 5,5% no índice da rentabilidade das vendas, de 6,3% no da rentabilidade do ativo, de 37,6% na autonomia financeira e 147,2% de liquidez geral.
Estes são “valores muito expressivos do elevado perfil de sustentabilidade económico-financeira” destas empresas, sustenta a Scoring.
A consultora realça que esta certificação no grupo não se encontram empresas com prejuízos, nem risco de insolvência. A consultora reforça que o método que criou é “validado cientificamente” e auditado pela Bureau Veritas (entidade que atribui as normas ISO).