Nicul investe 1,8 milhões para certificar gestão de qualidade

0
177

Empresa com unidade fabril nas Relvas fez um conjunto de investimentos para se tornar mais competitiva nos mercados internacionais

A Nicul, empresa do setor das cutelarias localizada nas Relvas (Santa Catarina), está, desde o passado mês de julho, certificada quanto ao Sistema de Gestão da Qualidade, através da norma ISO 9001:2015, a mais utilizada a nível mundial. O processo culminou um programa de investimento incluído num projeto de Inovação Produtiva e Internacionalização, iniciado em abril de 2018, que conta com o apoio de fundos comunitários e prevê um investimento de mais de 1,8 milhões de euros.
Os irmãos João e Maria José Ramalho, administradores da empresa, realçam que esta certificação representa “uma oportunidade de melhoria”, sendo um importante passo para “acompanhar a evolução e as exigências atuais”.
A Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade era visto pela administração da empresa como “uma condição determinante para o acesso a outros mercados internacionais em condições muito favoráveis”, tendo em conta que esta norma é uma referência para os principais mercados internacionais.

Investimentos deixam a empresa mais preparada para o mercado internacional

Outro passo importante para tornar os produtos da Nicul mais conceituados nos principais mercados internacionais é a certificação FSC atribuída à madeira utilizada nos cabos e às embalagens de cartão e com a qual a empresa passou a contar em agosto deste ano. Esta certificação atesta que, tanto a empresa, como os seus fornecedores, fazem uma gestão responsável das florestas de onde provêm as matérias-primas.
Além disso, a empresa está apostada em “alcançar um negócio mais competitivo através do autoconsumo, produzindo a eletricidade a partir da energia solar”, avança a administração da empresa, que construiu, ainda um sistema de armazenamento e aproveitamento das águas pluviais “com o intuito de a reutilizar no processo produtivo, nomeadamente na fase da amolação”, explicam os responsáveis.
Ainda no âmbito da aposta na internacionalização, a Nicul prepara-se para regressar ainda este mês às feiras internacionais, com a presença na Host Milano, entre os dias 22 e 26, que é considerada a feira de referência para os operadores profissionais dos setores de foodservice e hotelaria.
Os projetos não param, no entanto, por aqui e a Nicul está já a preparar novo pacote de investimentos, nomeadamente na informatização do processo produtivo, “de forma a aumentar a eficiência e a produtividade dos processos”, realça a empresa. A informatização permitirá o armazenamento de uma grande quantidade de informação, com grande rapidez, possibilitando “que os dados sejam tratados e analisados em tempo real, com mais precisão e mais confiança”, o que facilita a tomada de decisões.