Caldas e Alcobaça no top 20 dos municípios com menor dívida por habitante

0
336

Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses de 2019, elaborado pela Ordem dos Contabilistas Certificados, revela saúde financeira das Câmaras

Caldas da Rainha e Alcobaça estão no lote dos 20 municípios do país com menor passivo por habitante, segundo o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses de 2019, revelado na semana passada e elaborado anualmente pela Ordem dos Contabilistas Certificados.
Com uma dívida por habitante de 94,9€, a autarquia de Caldas da Rainha, liderada por Fernando Tinta Ferreira (PSD), surge em 17º lugar a nível nacional neste ranking, enquanto o município de Alcobaça, chefiado no último mandato por Paulo Inácio (PSD), se afirma como a décima Câmara do país com menor passivo por habitante, com 66,4€.
No que diz respeito ao ranking global dos municípios de média dimensão na lista dos 100 melhores classificados globalmente, Alcobaça surge no 3º lugar, com uma pontuação de 1.548, subindo três lugares nesta tabela, ao passo que Caldas da Rainha caiu três lugares para a 28ª posição, com uma pontuação de 894.
Na lista dos 100 municípios de pequena dimensão integrados na lista dos 100 melhores classificados globalmente, o Bombarral surge em 8º lugar. A Câmara liderada por Ricardo Fernandes (PS) foi a 30ª do país com menor volume de investimento pago no ano passado, mas, ao invés, é a 27ª com menor passivo exigível a nível nacional.

Nazaré é a 25ª Câmara do país com maior prazo médio de pagamentos a fornecedores

Noutros referenciais, Caldas da Rainha foi, em 2019, o 22º município do país que apresentou maior peso das receitas provenientes de impostos, taxas e licenças no total da receita cobrada em 2019. O documento revela que a autarquia obteve 53,5% das receitas por via de impostos.
Já Alcobaça é o 21º município com melhor índice de dívida (0,095%), categoria que consiste na diferença entre a média de receita corrente e a dívida total, à frente de Bombarral (38º), Caldas da Rainha (43º) e Cadaval (47º).
Referência à Nazaré, liderada por Walter Chicharro (PS), o 25º município com maior prazo médio de pagamentos, com 140 dias, mas que melhorou substancialmente em relação a 2018 (841 dias). A autarquia é a 6ª com maior volume de empréstimos bancários em 2019 e a 22ª com maior volume de receita cobrada na venda de bens duradouros.