Amassar o Barro e Bazar à Noite animaram o centro da cidade

0
479
A iniciativa atraiu miúdos e graúdos que quiseram experimentar o trabalho na roda

Foi um sábado muito animado com a presença de cerâmica e do mercado criativo no coração da cidade das Caldas

Quem passou durante a manhã de sábado, 25 de maio, pela R. das Montras teve a oportunidade de conhecer várias propostas de cerâmica contemporânea caldense e de colocar as mãos no barro. Isto porque aconteceu em estreia a iniciativa Amassar o Barro e foram colocadas cinco rodas de oleiro em pleno espaço público e que deram a oportunidade a todos os interessados de experimentar e pôr a mão no barro.
A ceramista Mariana Sampaio foi convidada pelo responsável dos Silos Contentor Criativo para dar vida a esta edição de estreia. A autora, que também leciona, trouxe as cinco rodas de oleiro e preparou uma mesa para modelação manual, permitindo assim a quem quis poder experimentar a sensação de realizar uma peça.
A ceramista trouxe peças suas e também uma coleção feita a quatro mãos com a norte-americana Nicole Curcio que quer vir viver para Portugal. Ambas têm planeada a construção de um futuro centro comunitário de cerâmica e já estão a desenvolver iniciativas que visam angariar fundos para poder equipar esse futuro centro. Este projeto conta com a participação de ceramistas de outros países e as duas autoras têm leiloado obras das suas coleções para tornar a ideia em realidade. Segundo as duas ceramistas, o centro será um local onde se poderá dar aulas e realizar workshops e ainda “receber artistas que queiram trabalhar em cerâmica”. Vai ainda dispor de um espaço de galeria e vai receber residências artísticas. “Gostaríamos que fosse uma realidade já no próximo ano pois notamos que há muito interesse”, disseram as autoras que auxiliaram todos os transeuntes, de todas as idades, a experimentar a modelação do barro.

Joana Ribeiro, mais conhecida por Joana Mundana foi uma das autoras convidada a dar a conhecer a sua cerâmica neste evento. “É muito bom voltar a ver cerâmica nas ruas das Caldas”, disse a autora que é arquiteta e ilustradora. Na sua opinião, eventos como este “fazem falta pois apanham as pessoas de surpresa e permite-lhes experimentar!”. Ana Cabral esteve presente também com as suas propostas. Dedica-se à cerâmica desde 2001, ano em que terminou a sua formação em Cerâmica e Vidro na ESAD.CR. Após uma década a viver na Bélgica, a ceramista regressou às Caldas, abriu o seu atelier onde se dedica a produzir peças decorativas e utilitárias em grés e em porcelana que trouxe para o evento e que chamaram a atenção dos transeuntes.
Nicola Henriques, dos Silos Contentor Criativo diz que esta iniciativa “é uma forma de promover o que está na matriz desta cidade: a cerâmica”. O mentor diz que se seguirão mais edições e que serão coincidentes com o Bazar à Noite, complementando-se. Os autores que participam no Amassar apresentam também os seus trabalhos no Mercado Criativo. E, na próxima iniciativa, “em vez de dois serão dez os convidados”, garantiu o organizador. Na sua opinião, os dois eventos são “uma forma de potenciar e animar o espaço público, além de que provam que a economia criativa pode dar cartas nesta localidade”.
Além dos visitantes locais, as duas iniciativas têm a capacidade de atrair visitantes de outras localidades e muitos estrangeiros como foi possível constatar de manhã na R. das Montras e à tarde na Praça da Fruta. Ao todo marcaram presença 80 autores escolhidos entre 150 candidaturas. “Notámos nos vendedores mais cuidado com a apresentação do produto e no atendimento ao cliente que vem à procura de trabalho de autor”, disse Nicola Henriques. Em relação à edição de maio do Bazar do ano passado, houve um grande aumento nos participantes pois “passámos de 58 para 80 participantes”. Os próximos Amassar o Barro e Bazar à Noite voltarão a animar o centro das Caldas no próximo dia 22 de junho. ■