Ciclismo: João Almeida entre ao ataque no Giro D’Italia

0
140

João Almeida (Deceuninck-Quick-Step) entrou em grande forma na 104ª edição do Giro D’Italia, com o quarto tempo no contrarrelógio de abertura da competição de 21 dias, mas sobretudo ao fazer o melhor tempo entre os ciclistas que se espera que vão lutar pela classificação geral.

O ciclista caldense, que brilhou a grande nível no Giro do ano passado – em estreia nas grandes voltas – , cumpriu o percurso gastou 9 minutos e 4 segundos para completar o crono e ficou a apenas 17 segundos do vencedor da tirada e primeiro maglia rosa, o italiano Filippo Ganna (Ineos Grenadier).

João Almeida ganhou dois segundos ao seu companheiro de equipa Remco Evenpoel, cuja forma em que chega a Itália é uma incógnita, e cerca de 20 segundos aos, teoricamente, principais adversários na luta pela geral, o que abre boas perspetivas para que o caldense, de A-dos-Francos, possa vestir de novo a camisola rosa quando as primeiras dificuldades chegarem, na etapa de terça-feira.

No final da tirada, João Almeida mostrou-se satisfeito por “estar de volta aos bons resultados. Senti-me bem, que era o mais importante, e estou muito feliz por ter um bom tempo”.

O ciclista caldense repete o bom início do ano passado e reforça que “é bom começar com o pé direito”, e acrescenta que, mantendo a consistência “podemos fazer um bom resultado”.

Quanto às suas chances na prova: “tudo é possível como no ano passado”, garante. João Almeida destaca que a equipa tem planeados vários cenários. “As coisas podem ir em caminhos diferentes e não podemos controlar as outras equipas, mas acho que a perspetiva é boa e temos uma equipa forte”.