Bombeiros das Caldas resgataram duas pessoas num incêndio urbano

0
97

Um incêndio urbano ocorrido na tarde deste domingo deixou inabitável um apartamento onde moram sete pessoas, na Rua José Filipe Neto Rebelo, nas Caldas da Rainha. Um homem e uma criança, de 39 e de 7 anos, tiveram que ser resgatados de entre as chamas e receberam tratamento hospitalar.

“A criança era quem estava numa zona mais interior”, refere Nelson Cruz, comandante dos Bombeiros das Caldas da Rainha, acrescentando que nenhum deles apresentava ferimentos. No entanto, ambos tiveram que receber tratamento hospitalar por intoxicação por monóxido de carbono, devido à inalação de fumos. Os restantes cinco moradores da habitação, três adultos e duas crianças, foram assistidos no local pelos bombeiros.

Os bombeiros receberam o alerta pouco antes das 19h00 e depararam-se com um incêndio “com alguma intensidade”, descreveu Nelson Cruz. O incêndio terá tido início numa vela que tombou na sala, tendo-se alastrado rapidamente, atingindo o corredor e a cozinha.

A sala foi a divisão que mais danos sofreu. Contudo, todo o apartamento ficou sem condições de habitabilidade e a necessitar de obras, por danos colaterais causados pelos fumos e gases.

Os moradores foram realojados através da Proteção Civil, numa residencial nas Caldas da Rainha.

Na ocorrência estiveram 14 bombeiros da corporação caldense, apoiados por seis viaturas.