Cartoons do Caldas nice Jazz em exposição

0
106

Desde 2015 que Bruno Prates tem desenhado artistas e bandas que passam pelo festival. No âmbito da 10ª edição, que está a decorrer no CCC e na cidade, há 45 desenhos para serem vistos no foyer do CCC

O Duo Misturada trouxe música brasileira em tons jazzísticos à EHTO

A equipa do CCC, com 19 elementos, desenhada por Bruno Prates marca a abertura da exposição Jazztoon, uma mostra de 45 desenhos de bandas e artistas que atuaram no Caldas nice Jazz desde 2015.
“Estes são os verdadeiros artistas, sem eles o festival não era possível e muitas vezes passam despercebidos”, disse o autor à Gazeta das Caldas.
O convite do CCC, com quem já colaborava, para desenhar os artistas do Caldas nice Jazz surgiu nesse ano. O primeiro desenho foi de Anthony Strong, e incluía um pequeno Zé Povinho. “Ele perguntou-me quem era aquele little men e estive a explicar-lhe tudo”, recorda o autor.

Atuações do festival aconteceram na EHTO e no Centro Cultural e de Congressos

Inicialmente, o cartoonista, que é colaborador da Gazeta, fazia uma pesquisa, mas nem sempre os artistas apareciam com o mesmo visual. Atualmente trabalha a partir das imagens de cartaz.
O que o autor tem sentido é que os artistas estrangeiros valorizam mais o seu trabalho. “É uma coisa que não acontece nos outros festivais”, fez notar.
A partir de 2019 passou a incluir neste projeto uma aluna da academia de desenhos do Bruno. Nestes anos já aconteceu retratar mais do que uma vez o mesmo artista e banda e já retratou Glenn Miller, “acizentado, porque já faleceu”, na vinda daquela orquestra. “Todos reagem de uma maneira diferente”, contou. Deste trabalho também já surgiram contatos para outros serviços, como a capa de um álbum de Sérgio Carolino ainda por publicar. O convite, que era para um ano, tem vindo a ser renovado, numa parceria que cria uma distinção no CnJ.

O pianista e compositor suíço Nik Bartsch atuou no grande auditório do CCC

Pianista abriu concertos
Os concertos arrancaram a 28 de outubro com a atuação do Duo Misturadas, no auditório da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste. O duo Misturada – Sara Pestana (voz) e Giovanni Barbieri (teclista)- une uma lisboeta e um gaúcho que se dedicam à Música Popular Brasileira, em tons de jazz. Interpretam temas de bossa-nova, forró e de samba aos quais juntam alguma improvisação. A cantora, perante uma plateia de alunos, foi explicando alguns princípios jazzísticos e detalhes das canções do repertório. A 29 de outubro, o pianista suiço Nik Bärtsch iniciou os concertos no CCC, espaço que acolheu no dia seguinte Carlos Bica com Daniel Erdmann e o DJ Illvibe. ■