Centro de Saúde de Óbidos continua fechado

0
226
O Centro de Saúde de Óbidos foi inaugurado a 11 de janeiro, após uma completa reabilitação do edifício, mas continua sem abrir as portas aos utentes. De acordo com a presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Oeste (ULSO), Elsa Baião, a abertura está dependente da instalação da rede informática e de telecomunicações. “Na fase de testes foram detetadas não conformidades, que se encontram em fase de resolução”, explica à Gazeta das Caldas.
O concurso que estava aberto com vagas para quatro médicos para Óbidos não teve candidaturas. No entanto, e de acordo com a responsável, a semana passada o governo autorizou a celebração de até 250 contratos de trabalho sem termo, para ingresso na carreira médica e reforço das unidades do SNS.  De acordo com o despacho, estas contratações destinam-se a recém-especialistas que não tenham sido colocados nos últimos concursos, assim como a médicos especialistas que já tenham feito o internato mas que não estejam a trabalhar com contrato a termo indeterminado.
O Centro de Saúde de Óbidos contará com quatro médicos e 17 profissionais das áreas da enfermagem, de Saúde Oral, de Serviço Social, de Psicologia, de Saúde Ambiental e de Saúde Pública e ainda assistentes técnicos. Entre os serviços que constituem esta Unidade, estão incluídos a UCSP Óbidos, URAP, Saúde Pública e UCC Caldas / Óbidos.
O remodelado Centro de Saúde dispõe de 15 gabinetes médicos, um espaço de atendimento ao público com três postos, uma sala de espera para utentes e uma sala para reuniões. O concelho de Óbidos presta cuidados de saúde a cerca de 7 800 utentes, ficando de fora apenas a vila das Gaeiras, que reporta à USF Rafael Bordalo Pinheiro, ■