Concurso da AIRO e Câmara premeia jovens empreendedores

0
269

A iniciativa fomenta o espírito empreendedor dos mais jovens, sugerindo-lhes a criação de negócios

“Riscos e Rabiscos” é o nome do projeto vencedor do 3º ciclo no concurso de empreendedorismo promovido pela Associação Empresarial da Região Oeste (AIRO) e da Câmara das Caldas da Rainha, cuja final decorreu no dia 21 de maio no CCC.
Aquele projeto, desenvolvido por um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas D. João II, consiste na criação de uma linha de cadernos decorados com fotos das pichagens feitas nas paredes, muros e mobiliário urbano das cidades e foi o escolhido pelo júri no 3º ciclo.
O vencedor do 1º ciclo foi o “RELVBOT”, uma ideia dos estudantes da Escola Básica de Santa Catarina que sugeriram a criação de um robot que corta, arranja e trata a relva.
Já no 2º ciclo o vencedor foi o “Trash”, dos alunos da Escola Básica de Santa Catarina, que já tinha recebido o primeiro lugar na final local e na regional e que propõe o desenvolvimento de um robot barco para limpeza dos lixos aquáticos.
No ensino secundário, o 1º lugar foi para o projeto “Waterflush”, que também tinha vencido a final local e a regional, que se trata de um sistema de aproveitamento das águas dos banhos e lavatórios para os sistemas de autoclismo. O projeto foi proposto por uma aluna da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro.
A escola básica de Santa Catarina recebeu o Prémio de Escola Mais Empreendedora por ter apresentado o maior número de projetos. Pela inovação e criatividade das ideias a concurso, o prémio de escola mais criativa foi para a Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste e o Colégio Rainha D. Leonor recebeu uma menção honrosa pela valorização do trabalho desenvolvido. Já a professora Susana Silva recebeu uma menção de distinção pelo seu empreendedorismo e manutenção do espírito empreendedor junto dos alunos em Santa Catarina. Esta foi a 15ª edição do concurso de empreendedorismo nas escolas da AIRO e da Câmara das Caldas, uma iniciativa que começou em 2007.
“Apesar das contrariedades provocadas pela pandemia as entidades organizadoras decidiram conjuntamente com as escolas manter a iniciativa, tendo ao longo do ano sido realizadas diversas atividades online e presenciais junto dos alunos”, salientaram os responsáveis da AIRO, esclarecendo que foram desenvolvidas um total de 65 ideias de negócio pelos alunos do 1º ciclo ao ensino secundário.
Conceição Henriques, vereadora da Educação da Câmara das Caldas, agradeceu a resiliência e empenho da comunidade educativa nomeadamente dos professores e alunos, garantindo o interesse do município em continuar a apoiar o empreendedorismo. ■