World Singing Day assinalado pela segunda vez nas Caldas

0
442
A ação decorreu na Rua Dr. Miguel Bombarda, junto à sapataria Bomtom

Cerca de 80 pessoas se reuniram para cantar “Lean on Me”

A Associação Movimento Viver o Concelho (MVC) trouxe às Caldas o World Singing Day, na manhã de 21 de outubro. Uma iniciativa que vai na sua 12.ª edição e que, em Portugal, de acordo com a lista publicada pela ONG, composta por 62 cidades de 16 países dos cinco continentes que se juntaram ao projeto, decorreu apenas na cidade termal.
A iniciativa acontece anualmente no terceiro sábado de outubro, e tem como objetivo promover uma “conexão humana positiva ao redor do globo através da linguagem internacional que é a música”, explica a ONG, fundada em 2012 pelo músico estado-unidense Scott Johnson.
Trata-se de uma “alegre experiência comunitária para músicos e não músicos, que se reúnem nas suas comunidades para cantarem juntos sem a pressão da performance”, informa ainda o site.
Nas Caldas, apesar do tempo farrusco, foram cerca de 80 as pessoas que se reuniram na Rua Dr. Miguel Bombarda, junto à sapataria Bomtom, para cantar “Lean on Me”, de Bill Withers, a canção desta edição e que “é muito adaptável aos dias que vivemos”, contou Teresa Serrenho, presidente da Associação MVC.
Houve quem estivesse de passagem e fosse surpreendido pela atuação “flash”, de cerca de quinze minutos, para os quais a letra da canção esteve afixada na montra da Bomtom, e quem já viesse com a lição estudada, como os músicos Joe Mac e Richard Allen, do Communities Unite, o cantor lírico brasileiro que atua em Alcobaça, João Paulo Ferreira, e a cantora caldense Inês Vieira de Carvalho. À festa juntou-se ainda Rui Lopes, um jovem clarinetista que costuma tocar naquela rua.
“As pessoas ficaram contentes e foi engraçada a conexão que houve entre elas, porque perceberam o conceito e alinharam genuinamente”, continuou a dirigente associativa.
Ademais, o evento possibilitou o encontro de “possíveis parceiros para projetos futuros”.
A manifestação pelo hospital, que decorreu nessa tarde, foi tópico de conversa, e o evento até permitiu aumentar o grupo que rumou à capital.
O momento foi eternizado por Rui Vieira, do Prontos, numa filmagem que irá ser compilada num vídeo pela ONG, a divulgar brevemente. A iniciativa, na qual o MVC já tinha alinhado em 2021, é para repetir. ■