Alcobaça abre inscrições para concurso de música de câmara

0
815

É entre 10 e 15 de Abril de 2011 que decorre o II Concurso Internacional de Música de Câmara Cidade de Alcobaça (CIMCA), que nesta edição conta com nomes tão sonantes a comporem o júri como Pedro Burmester, Hugo Assunção, António Oliveira, Luís Fernando Pérez Herrero (da Escuela Superior Reina Sofia, Madrid) ou Gunter Pfitzenmaier (Staatliche Hochschule für Musik – Karlsruhe). A estes juntam-se António Rosa, o director artístico do concurso, e o musicólogo Alexandre Delgado.
O rol de nomes expressa, de acordo com a Academia de Música de Alcobaça (AMA), “a qualidade e distinção colocada na escolha dos jurados” de uma competição que visa divulgar a música de câmara e premiar a criatividade e o talento dos músicos e que logo na primeira edição alcançou o sucesso.
Além do júri, também já são conhecidos os prémios do concurso. Os vencedores da categoria Júnior vão receber 3.000 euros em dinheiro (patrocínio da Fundação Inatel) e terão a oportunidade de tocarem no Cistermúsica e no centro Cultural de Belém. Aos segundos e terceiros classificados cabe o montante de 1.500 e 1.000 euros, respectivamente. Já na categoria Sénior, o prémio monetário sobe para os 5.000 euros e além do Cistermúsica e do CCB, os vencedores vão ainda apresentar-se em concerto na Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura. Os segundos e terceiros classificados vão receber 2.500 e 1.500 euros, respectivamente.
À semelhança do que aconteceu na primeira edição, em 2009, também em 2011 a organização, a cargo da AMA e da autarquia alcobacense, pretende trazer até Alcobaça músicos de vários pontos do mundo. O primeiro CIMCA contou com a participação de 130 músicos de Portugal, Espanha, Brasil, Estados Unidos, Polónia, Rússia e França e os vencedores foram os portugueses Trio Impressões (categoria A, este ano designada por Júnior – grupos cuja média de idade não excede os 20 anos) e os russos Messiaen Quartet (categoria B, este ano designada por Sénior – médias de idades inferiores a 30 anos).
As inscrições para a segunda edição estão abertas até 15 de Fevereiro e custam 85 euros para cada membro dos grupos concorrentes à categoria Sénior e 60 euros para cada membro dos grupos que vão competir na categoria Júnior. O regulamento e todas as informações estão disponíveis no site da AMA (www.academiam alcobaca.com), no site do concurso (www.cim ca.eu) ou através de e-mail para info@cimca.eu.
Nascido de uma ideia do clarinetista alcobacense António Rosa, o Concurso Internacional de Música de Câmara é apoiado pelo Ministério da Cultura. Na edição anterior o apoio foi de 36 mil euros para o CIMCA e para o Cistermúsica, um montante que, devidos aos cortes orçamentais, desceu para cerca de 28 mil euros para as duas iniciativas. Em conferência de imprensa, o director da Academia de Música de Alcobaça, Rui Morais, afirmou que devido à redução, o apoio do Ministério da Cultura ao II CIMCA se reduz a 10 mil euros. Por isso, só graças a idêntico montante dado pela autarquia de Alcobaça os cortes não se reflectem no concurso, orçamentado em 40 mil euros. O restante valor advém dos patrocínios e das inscrições.

Joana Fialho
jfialho@gazetadascaldas.pt