Carlos Paredes despede-se da colecção de cerâmica

0
653

1-pecaConstantinoCarlos Constantino despede-se da colecção da Gazeta das Caldas nesta última semana do mês de Outubro. A peça de homenagem ao mestre da guitarra portuguesa Carlos Paredes foi feita na oficina dos irmãos Constantinos no Nadadouro, espaço de onde saem verdadeiras obras de arte no que diz respeito à caricatura e ao retrato. São de sua autoria as representações das personalidades nacionais e internacionais que podem ser adquiridas em várias lojas de venda de cerâmica. Actores, actrizes, cantoras, escritores, entre tantos outras personalidades, inspiram os irmãos Constantino a produzir e a manterem-se actualizados com as figuras que estão na moda. Das mãos dos autores já saíram os principais escritores, cantores e personalidades do mundo das artes e do espectáculo nacionais e internacionais. Os ceramistas dão resposta a encomendas de particulares e também de entidades públicas.
Estas peças têm séries que chegam apenas à centena de exemplares e depois, os próprios ceramistas, destroem o molde. Além de trabalhos em escultura cerâmica relacionados com o retrato, este autores caldenses dedicam-se também a criar figuras humanas que hoje dão rosto às figuras do Museu de Fátima.
O baixo-relevo dedicado a Carlos Paredes é um baixo-relevo feito em barro vermelho, onde se destaca a figura do guitarrista. A representação do compositor é imediatamente reconhecível. A obra foi pintada com tintas acrílicas e cozida a 920º em forno eléctrico.
“Carlos Paredes” faz parte de uma série de 50 peças, que são numeradas e assinadas pelo ceramista, Carlos Constantino. A obra está à venda por 25,50 euros para assinantes da Gazeta das Caldas e por 30 euros para não assinantes. Aceitam-se inscrições para a sua aquisição pelo e-mail: gazeta@gazetadascaldas.pt.
No próximo mês de Novembro, a ceramista convidada será Paula Clemente.

N.N.