Júri do WPC esteve nas Caldas para selecionar as melhores propostas

0
83
O duo espanhol a receber o Grande Prémio da 14ª edição do WPC

Caldas da Rainha vai receber o grande evento anual do desenho de humor na imprensa internacional, o World Press Cartoon (WPC) durante o mês de julho. Trata-se da 16ª edição deste salão anual que selecciona e premeia os melhores cartoons publicados nos jornais e revistas de todo o mundo.
Os elementos do júri estiveram reunidos nas Caldas entre os dias 24 e 27 de abril e foram os responsáveis pelas escolhas dos melhores trabalhos de cartoon, cerca de 800, oriundos de 50 países.
O júri foi presidido pelo cartoonista António Antunes e incluiu autores da Sérvia de França e ainda um cartoonista venezuelano que vive em Espanha.
Também integrou o júri deste ano João Alpuim Botelho, diretor do Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa.
“Seleccionámos os vencedores e os 270 desenhos que farão parte da exposição”, disse António Antunes, cartoonista do Expresso e responsável por este certame que, por causa da pandemia, passou a gala e a inauguração da exposição para o mês de julho.
Nos trabalhos desta edição serão focados temas como a pandemia, “a saída de cena de Trump, que até é mais focada do que a entrada de Biden”, disse António, acrescentando que surgem igualmente abordadas as tensões no Leste ou a predisposição imperialista da China. Para António, a realização de WPC está de pedra e cal nas Caldas da Rainha e “continuaremos a fazer tudo o que nos for possível para atrair mais público à nossa festa”. Garantida, disse, está a presença da Euronews na gala do evento, algo que “permite levar as Caldas a um universo de 600 milhões de pessoas”.
Sobre a gala está prevista a apresentação de uma profissional da RTP, assim como a participação de comediantes alemães e da Orquestra Monte Olivett.■