Monumentos registam quebra acentuada visitantes

0
66
Mosteiro de Alcobaça

Na região, o mosteiro de Alcobaça e o Museu da Liberdade, em Peniche, tiveram menos de metade dos visitantes

Os museus e monumentos nacionais perderam mais de 70% das visitas em 2020, face ao ano anterior, na sequência da pandemia pela covid 19.
De acordo com os dados divulgados pela Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) , o conjunto de 25 museus, monumentos e palácios tutelados recebeu um total de 1.295.528 visitantes no ano passado, face aos 4.817.927 visitantes de 2019.
Na região, o Mosteiro de Alcobaça contou o ano passado com 67.026 visitantes, menos cerca de 70 % em relação ao ano anterior.
Em Peniche, o Museu da Resistência e Liberdade sofreu um decréscimo de visitas na ordem dos 53%. Em 2019 tinha sido visitado por 132.556 pessoas, enquanto que o ano passado apenas acolheu 61.869.
Atualmente estes monumentos encontram-se encerrados ao público, tal como aconteceu o ano passado entre março e maio. Reabriram depois mas com um plano sanitário implementado, por forma a garantir a segurança dos colaboradores e dos visitantes, e que entre outras medidas previa o distanciamento social, circuitos de visita condicionados, a impossibilidade de tocar nas superfícies e admissão de entrada condicionada. ■