Pinturas de um viajante caldense no Turismo

0
147
Filipe Ribeiro, que lidera viagens de grupo à Índia, também se dedica às artes

A galeria do Posto de Turismo das Caldas acolhe, até ao final do mês, “No Borders”, uma mostra que reúne trabalhos de Filipe Ribeiro, caldense que estudou Antropologia, Filosofia e Estudos Africanos e que faz das suas viagens pelo mundo o tema principal das pinturas. O autor cria as obras usando o óleo e o acrílico e, nalguns, usa também colagens. Sobre vários temas com os quais o artista contactou em viagem ou estudou no decorrer dos últimos cinco anos.
“Inspirei-me para os trabalhos nas culturas aborígene da Austrália, os nativos norte-americanos, as tribos de África, os Yogis da Índia, os Berberes de Marrocos e a cultura dos Índios do Sul da América”, disse o autor, que lidera grupos de viagem até à Índia.
Sobre esta apresentação artística, destacou que as obras se constituem como num conjunto que é também um “acervo contra extinção” destas mesmas culturas. Em simultâneo, o caldense afirmou que são “uma celebração da sua sabedoria e beleza, mas também um lugar de união entre o mundo visível e invisível”, comentou o autor.
Para este autor-viajante “No Borders” representa ainda “um constante caminho de busca e estudo da ligação da Humanidade com a Natureza, das linguagens criadas através de símbolos, do equilíbrio entre cores, sabendo que essa busca de harmonia de cores, representada na obra, surge como expressão física da busca por harmonia interior entre os planos físico e metafísico.
“No Borders”, a exposição de pinturas de Filipe Ribeiro vai estar patente até 29 de janeiro, na galeria do Posto de Turismo das Caldas. ■