RIMEL quer levar artistas portugueses a atuar no Brasil

0
43
O produtor de festivais de música, Marcelo Domingues, quer interligar o mundo musical brasileiro e o português

Novo projeto quer dar a conhecer artistas lusos em terras de Vera Cruz e vice-versa. Produtor vive nas Caldas da Rainha e frequenta mestrado na ESAD.

A ideia de realizar um intercâmbio entre a música brasileira e a portuguesa partiu de Marcelo Domingues, que está a viver em Portugal há quase um ano.
O produtor reside nas Caldas e está a desenvolver a ideia no mestrado em Gestão Cultural, na ESAD. Criou a Rede Internacional de Música Entre Lugares (RIMEL), que pretende realizar no âmbito do Festival Demo Sul, que já dirige há 22 anos.
O produtor faz a curadoria, a pesquisa e o mapeamento da música independente da região de Leiria, e também prevê a vinda de grupos brasileiros, sobretudo ligados ao Paraná, terra do coordenador da RIMEL. O projeto tem uma plataforma online, que serve de ponto de partida.
No site, os grupos podem dar a conhecer o seu percurso e mostrar disponibilidade para pertencer a este rede dedicada à música, aos artistas e aos produtores.
“Há muitos grupos brasileiros a atuar cá mas não vejo o movimento inverso”, disse Marcelo Domingues, que é também vice-presidente da FBA (Festivais Brasileiros Associados), uma associação que reúne 21 produtores de festivais de música que decorrem em várias regiões do Brasil.
“Nestas iniciativas não houve qualquer participação de grupos portugueses”, referiu o produtor que quer suprir esta falha.
“Já realizámos algumas lives com artistas e alguns grupos como os Palmers, das Caldas”, disse Marcelo Domingues acrescentando que a plataforma é aberta a todos os géneros musicais, excetuando os grupos de covers.
Na RIMEL já se inscreveram bandas das Caldas e de Leiria, interessadas na circulação e internacionalização dos grupos. Estão igualmente previstas conferências virtuais que vão contar com a participação de músicos dos dois países. João Triska, artista brasileiro da nova geração dos géneros MPB/Folk, atuou nas Caldas, a 6 de setembro, na Toca da Onça, perante casa cheia. Marcelo Domingues está já a organizar novo concerto para outubro, no âmbito da RIMEL, nas Caldas.