João Almeida agarra liderança com terceiro lugar no contrarrelógio

0
22

Ciclista da Deceuninck-Quick-Step continua ascensão meteórica no pelotão internacional

Os sites da especialidade colocaram João Almeida entre os favoritos à conquista da 100ª edição da Volta Ciclista à Catalunha e o jovem ciclista caldense não tardou em confirmar que as expectativas estavam corretas: à segunda etapa, disputada na terça-feira, vestiu a camisola de líder.
O mais curioso vem a seguir. Quando saltou para a ribalta a 5 de outubro do ano passado, por chegar à liderança do Giro, 31 anos depois do último português o ter conseguido, João Almeida subiu ao topo com o mesmo tempo que o equatoriano Johnatan Caicedo, mas com vantagem nas frações de segundo. Nesse dia, após o final da etapa, foram longos minutos de espera para saber a quem seria dada a liderança. E o mesmo aconteceu esta terça-feira. João Almeida foi terceiro classificado no contrarrelógio individual, a 28 segundos do vencedor Rohan Dennis (INEOS Grenadiers) e a 23 do companheiro de equipa na Deceuninck-Quick-Step Rémi Cavagna, e com o mesmo tempo do norte-americano Brandon McNulty (Team Emirates). Os dois ciclistas tinham já chegado com o mesmo tempo na primeira tirada, pelo que foram precisos longos minutos para saber a quem seria atribuída a liderança e o português voltou a ganhar nas frações de segundo, agora sobre McNulty, o que pode ser um bom pronúncio numa prova à medida do ciclista de A-dos-Francos.
Na primeira etapa, João Almeida surgiu sempre bem colocado no pelotão numa etapa que teve montanha e terminou com uma fuga bem sucedida, ainda que apenas por 17 segundos.
A prova teve ontem etapa com final em montanha, o mesmo acontecendo hoje, quinta-feira, etapas que podem ser decisivas, apesar da etapa final, no sábado, ser igualmente de grande dificuldade, com um final em circuito que integra cinco passagens por uma contagem de montanha de segunda categoria. ■