Cais do Parque abriu no D. Carlos I com novo conceito

0
297

Está em “soft opening” até ao final do ano o Cais do Parque que pertence a Emanuel Minez, empresário de bares em Lisboa e também do Cais da Praia

Abriu portas ao público, a 12 de outubro, o Cais do Parque, espaço de cafetaria e de restauração no Parque D. Carlos I. Trata-se de um espaço que “quer ser uma oferta de qualidade e distinta que esta cidade merece”. Quem o diz é responsável Emanuel Minez, empresário que já coordena dois bares em Lisboa e o Cais da Praia, na Foz.
Na ementa do Cais do Parque haverá alguns pratos de influência asiática às quais se vão juntar outras propostas com codorniz e outros produtos locais, sem esquecer as opções vegetarianas.
Ao almoço aposta-se também em prato do dia e ao jantar o serviço será à carta.
“Este sítio é único nas Caldas”, disse Emanuel Minez que sublinha a vida “muito gira” que existe no “pulmão da cidade” onde os pavões vêm espreitar à janela. O empresário chamou a atenção para a necessidade de parquímetros na zona, “para que possa haver lugares para clientes”, disse.
“Estamos em soft opening até ao fim do ano”, afirmou o empresário que se quer aperceber do retorno dos clientes às propostas deste novo espaço. O Cais tem parceria com a PneuGreen e, como tal, f 900 pneus velhos foram transformados e dão agora vida às floreiras.
O Cais do Parque tem também o Clube dos Empresários pois pretende “criar um ambiente amigável de trocas de ideias, entreajuda e de oportunidades de negócio”, disse o responsável acrescentando que estes clientes terão acesso a produtos exclusivos e a programas específicos com chefs convidados e que vão trabalhar em parceria com enólogos. “Poderá também ser uma iniciativa com a nossa marca própria de cerveja artesanal, a Oestina”, disse o empresário que é também responsável pela organização da feira Lisbon Bar Show que conta com a participação de bartenders de todo o mundo.
Para abrir o Cais da Parque, Emanuel Minez fez um investimento de 120 mil euros (que incluiu a valorização das intervenções artísticas de Ferreira da Silva no próprio local) e, para já, a equipa tem 11 colaboradores entre a cozinha e o serviço.
O novo espaço inclui 50 lugares, 40 para refeição. No exterior dispõe de mais 56 lugares nas esplanadas.
O Cais do Parque abre entre as 10h00 e as 23h00, fecha à segunda-feira. Aos domingos só abre para brunchs (entre as 12h00 e as 16h00), por reserva.■