Casa do Lago: um espaço para eventos nos Vidais

0
8155
Notícias das Caldas
Natacha Outerelo e Jorge Ventura são os proprietários deste estabelecimento comercial nos Vidais | I.V.

A Casa do Lago – no mesmo edifício do antigo restaurante Paterrábia – é um espaço nos Vidais com 12 mil metros quadrados, destinado a eventos. Tem capacidade para receber 200 pessoas. Abriu a 8 de Abril e é uma aposta do casal Natacha Outerelo e Jorge Ventura (ambos de Ovar), que durante dois anos teve um estabelecimento de turismo de habitação no Olho Marinho. Antes haviam estado 20 anos em França onde, pelo pai de Natacha, a família ainda tem dois restaurantes de comida italiana (nos arredores de Paris).
Segundo a empresária, sentiram que “havia falta de espaços deste género no concelho das Caldas”, o que os levou a apostar nos Vidais. Adquiriram a propriedade, que tem um lago com uma ilha no meio (onde se destaca uma grande azinheira), reabilitaram o espaço interior, construíram um terraço e abriram as portas.
“A vista é o nosso ponto forte, tal como o contacto com a natureza, a paz, tranquilidade e harmonia do espaço”, diz Natacha Outeleiro, salientando também a “boa localização”, que permite trabalhar não só com clientela da zona (Caldas da Rainha e Rio Maior), como com clientes da área de Lisboa.


Para já funciona também como restaurante (steakhouse) e há um projecto para construir cinco suítes, um parque infantil, uma tenda e bar exteriores e uma piscina. O lago terá uma ponte e uma mesa para momentos especiais.
O restaurante trabalha essencialmente à base de grelhados, mas também tem carta de tapas. Durante a semana há um menu económico, com pratos tradicionais, por 7,50 euros. “Queremos vender também carnes maturadas”, revelou Natacha Outerelo. Também tem serviço take-away e serve café. Em relação aos vinhos, houve uma aposta nos locais (Cadaval e Vidais) e nacionais.
Na sala há uma zona de estar, que é dedicada especialmente aos mais novos. Pretendem no futuro ter fins-de-semana temáticos, com noites de jazz, música latina e fado, provas de vinho, entre outros.
Jorge encarrega-se da cozinha, Natacha do serviço e foi da autoria do casal a decoração da sala, que inclui uma parede a imitar tijolos, outra de madeira e uma grande vidraça. O mobiliário é de madeira e aproveita, por exemplo, caixas de fruta. Nas paredes há telhas antigas pintadas, telas e azulejos. Alguns destes objectos são da autoria de Conceição Loureiro e estão em exposição e à venda. “Estamos abertos para que os artistas venham aqui expôr”.
Pretendem que a casa seja “um sítio não só para comer, mas para estar e que seja para toda a gente”. Nos primeiros dias de negócio, Natacha tem notado uma tendência: “90% dos nossos clientes são estrangeiros que, na sua maioria, vivem na região”.
O casal investiu 250 mil euros, recorrendo a financiamento bancário e criando dois postos de trabalho além dos seus.
A Casa da Lagoa localiza-se na Rua 10 de Abril, nº8, nos Vidais e até Maio está aberto todos os dias entre as 10h00 e a meia-noite, não estando ainda definido qual será o dia de descanso semanal. I.V.