Conheça as principais castas dos vinhos DOP Óbidos e Encostas de Aire

0
52
Um dos vários vinhos regionais de Lisboa produzidos pela Quinta do Gradil (Cadaval)

Os tintos são “abertos de cor, suaves e perfumados” e os brancos “têm cor amarelo-citrina e aroma e sabor frutados”. A descrição das características organolépticas dos vinhos da Denonimação de Origem Protegida (DOP) Óbidos não deixa dúvida sobre a singularidade destes néctares dos deuses, que passaram a ter esta designação em 2004.

Os vinhos DOP Óbidos são produzidos numa área geográfica correspondente aos concelhos de Bombarral (freguesias de Bombarral, Carvalhal, Roliça e Vale Côvo), Cadaval (freguesias de Algube, Cadaval, Figueiros, Lamas, Painho, Peral, Pêro Moniz, Vermelha e Vilar), Caldas da Rainha (freguesias de A-dos-Francos, Alvorninha, Landal, São Gregório de Fanadia e Vidais) e Óbidos (freguesias de A-dos-Negros, Gaeiras e São Pedro).

Quanto às castas tintas, dispõem de Alicante Bouchet, Amostrinha, Aragonez (Tinta Roriz), Baga, Cabernet Sauvignon, Caladoc, Camarate, Carignan, Castelão, Jaen, Merlot, Pinot Noir,Preto Martinho, Syrah, Tinta Barroca, Tinta Miúda, Touriga Franca, Touriga Nacional e Trincadeira (Tinta Amarela).

Nas castas brancas, identificam-se Alicante Branco, Alvarinho, Antão Vaz, Arinto (Pedernã), Chardonnay, Encruzado, Fernão Pires (Maria Gomes), Jampal, Loureiro, Malvasia Rei,Moscatel Graúdo, Rabo de Ovelha, Ratinho,Riesling, Sauvignon, Seara Nova,Verdelho, Viognier, Viosinho e Vital.

Por seu turno, e também pertencentes aos vinhos de Lisboa, a DOP Encostas de Aire contempla vários concelhos, entre os quais o de Alcobaça, mas também de Caldas da Rainha, dado que as freguesias de Carvalhal Benfeito, Salir de Matos e Santa Catarina fazem parte da sub-região Alcobaça, e na qual predominam Aragonez (Tinta Roriz), Baga, Castelão (Periquita), Tinta Miúda, e Touriga Nacional, Alicante Bouchet e Syrah, Amostrinha, Rufete e Touriga Franca.