Gerir o Talento

0
77

Andreia Mendes
HR Consultant

A Gestão de Talento nas Organizações é algo com que lidamos diariamente: atrair, integrar, desenvolver, avaliar, compensar, reter… O tema está na ordem do dia, ainda que não formalmente dado que muitas vezes as Organizações só procuram apoio nesta área quando já têm um problema concreto a resolver, nem sempre porque queiram criar uma estratégia mais abrangente para a sua gestão de pessoas que vise atingir um patamar superior em termos de gestão. Como mais valias de implementar um sistema de Avaliação de Desempenho (numa perspetiva mais alargada de Gerir o Talento de A a Z), temos a consolidação da imagem da Organização, reforço do Employer Branding, aumento da capacidade de atração de candidatos, diminuição da rotatividade e aumento da retenção do talento, melhoria do desempenho, produtividade e eficácia; melhoria da experiência do colaborador, e, portanto, a sua ligação à empresa.
O conceito que lhe dá o mote, é muito vasto, e por isso mesmo, a nossa ação pode ser modular, mas deve ser sempre personalizada, para ir de encontro às necessidades específicas de cada Organização.
Mais do que apenas Avaliar o Desempenho, acreditamos que as organizações devem Gerir o Desempenho dos seus colaboradores e equipas.
Com base nesta convicção podemos criar projetos de: diagnóstico da cultura de desempenho da Organização; conceção do sistema de avaliação de desempenho e / ou implementação do sistema.
O modelo de avaliação a seguir irá ser definido em função dos objetivos estratégicos de cada organização e o seu estágio de desenvolvimento/implementação de processos e pode passar por: Avaliação 90º, Avaliação 180º, Avaliação 360º, Avaliação por competência e Avaliação por metas/ resultados/objetivos.
As vantagens são inequívocas, e elencamo-las para que pondere trazê-las para a sua Organização:
Identificar e solucionar entropias em projetos já em curso;
Modelo de avaliação e sistema criado em exclusivo para o cliente;
Clarificar e comunicar os objetivos e competências centrais para a Organização;
Criar bases para outros sistemas de gestão de recursos humanos (e.g. formação, recrutamento, gestão de carreiras, compensações); e
Formação de avaliadores
Se precisar de suporte nesta área, contacte técnicos especializados mas sobretudo experientes, que possam dar-lhe garantias de sucesso na implementação. ■