Tribunal aprova PER da Spal

0
177

O Tribunal Judicial da Comarca de Leiria aprovou o Plano Especial de Revitalização (PER) da Sociedade de Porcelanas de Alcobaça (Spal), empresa que, na sequência de negociações nos últimos meses, passou a ser adquirida a 100% pelo Cup & Saucer.
O grupo de Famalicão garantiu a aquisição da posição do acionista FACCE (Fundo Autónomo de Apoio à Concentração e Consolidação de Empresas) e, deste modo, o Estado “não teve de fazer qualquer perdão de dívida”. “Os únicos credores que ficaram sujeitos a perdão de dívida de capital foram outras empresas do grupo e especialmente relacionadas com a Spal”, sublinha a empresa fundada em 1968.
O PER prevê o pagamento das dívidas de 16 milhões de euros aos credores em 150 prestações, “o que vai exigir dinâmica e agressividade no posicionamento da Spal no futuro”. Os trabalhadores que foram dispensados no âmbito da reestruturação financeira receberão os créditos em 18 meses.
A empresa, “apesar do momento adverso e repleto de incerteza”, quer dar início a um novo ciclo. ■