EHTO integra projeto “Go Blue” com o Quénia

0
78
A formadora da EHTO, Patrícia Reis (à direita, durante a formação online

Formadora da escola é a responsável pelo módulo de “Tourism Planning and Strategic Development”

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) integra o projeto internacional de formação “Go Blue” Quénia, de reforço do conhecimento e competências em Gestão de Turismo e Património Cultural. Contribuir para o fortalecimento das cadeias de valor da economia azul inclusiva e sustentável em seis municípios costeiros do Quénia é o objetivo da parceria, que junta o Turismo de Portugal, Instituto Camões, Direção-Geral de Política do Mar e Instituto Padre António Vieira.
De acordo com nota de imprensa, o Turismo de Portugal está a organizar um programa de formação “taylor made” dirigido aos membros da Academia de Liderança Colaborativa dos seis municípios da costa do Quénia envolvidos neste projeto, dinamizado através das Escolas de Hotelaria e Turismo do Oeste, Porto e Coimbra. No caso da escola caldense, a formadora Patrícia Reis é a responsável pelo módulo de “Tourism Planning and Strategic Development”. Trata-se de uma formação online na componente de Gestão de Turismo e Património Cultural, composta pelos módulos de “Tourist Information”, “Tourism Planning and Strategic Development”, “Tourism and Sustainability” e “Digital Tourism”, que integra e complementa um programa mais vasto de capacitação dos membros da Academia de Liderança Colaborativa daquele país, que já se encontra a decorrer. O projeto está a ser gerido por uma equipa operacional do IPAV – Instituto Padre António Vieira, que está no terreno, pelo que a formação está a ser lecionada na plataforma digital do IPAV (via Skype), criada para o efeito. ■