BE alerta para abandono do património histórico em Óbidos

0
301
João Paulo Cardoso junto à cidade romana descoberta em 1994

As questões da preservação do património são centrais na candidatura bloquista ao concelho

 

A cidade romana de Eburobritium foi o local escolhido pelo candidato do BE à Câmara de Óbidos, João Paulo Cardoso, para denunciar o “abandono” do património e a falta de investimento e de medidas concretas para a sua preservação e reabilitação. “Não conseguimos visitar as ruínas dada a quantidade de erva e o desleixo da falta de manutenção”, criticou o candidato, defendendo que Eburobrittium terá de ser recuperada e aproveitada para “mostrarmos uma oferta turística, e de qualidade, a quem nos visita”.
João Paulo Cardoso considera que aquele local, classificado como sítio de interesse arqueológico, é exemplificativo da política de abandono do património que o atual executivo está a seguir, tal como acontece com os “celeiros da rainha, uma estrutura existente na cerca do castelo, mas que está coberta de madeira”. Deu, ainda, o exemplo do percurso pedonal Ninho da Cegonha, criado junto ao Rio Arnóia , feito com recurso a apoios comunitários, “mas que se encontra num completo abandono” e defendeu a recuperação, também, dos centros históricos do concelho.
A visita foi acompanhada pelo candidato à Assembleia Municipal, Manuel Sousa, e pelo deputado eleito pelo círculo eleitoral de Leiria, Ricardo Vicente, que considera que tem de haver uma cultura de valorização do património. “Não podemos ter este tipo de ação de abandono após a sua descoberta”, disse o parlamentar, acrescentando que deve de ser identificado, protegido e dinamizadas um conjunto de atividades também para o seu usufruto, tanto da população local e escolas, como a nível turístico. De acordo com o deputado, muitas vezes, “é quando olhamos para a História que encontramos soluções para o futuro”, dando como exemplo as respostas para as alterações climáticas encontradas nas civilizações antigas.
Entretanto, Catarina Martins, coordenadora nacional do BE, visitou as Caldas da Rainha, na passada quinta-feira, e participou numa ação de rua, que teve início no largo do Hospital Termal. Juntamente com cerca de 40 apoiantes, rumou ao centro da cidade, numa arruada, tendo parado, na Rua das Montras, diante de uma maquete de um comboio antiquado, representativo da falta de investimento na Linha do Oeste, onde decorreram várias intervenções. ■