CDS apresenta ao governo projecto de resolução sobre a Linha do Oeste

0
846

Deu entrada no Parlamento, no dia 19 de Maio, um projecto de resolução do CDS que recomenda ao governo que proceda com urgência ao lançamento do concurso público para as obras na Linha do Oeste (que já estava previsto para Janeiro deste ano) e que, a curto-prazo, substitua o material degradado que está actualmente em circulação.
O CDS reclama a electrificação de todo o troço entre Meleças (Sintra) e Caldas da Rainha e a implementação de sistemas de sinalização electrónica e telecomunicações ferroviárias, tal como a duplicação da linha em dois troços (entre Meleças e Pedra Furada e outro na zona da Malveira).

Durante o anterior governo da coligação PSD/CDS-PP foi decidido o encerramento da linha do Oeste ao serviço de passageiros a norte das Caldas da Rainha, tendo tal objectivo sido inscrito no então Plano Estratégico de Transportes. Os protestos de autarcas e da população acabaram por fazer o governo recuar.
Actualmente, de acordo com o Plano de Investimentos Ferrovia 2020, está previsto um investimento de 106,8 milhões de euros em obras de modernização em metade do traçado da Linha do Oeste, dos quais 74 milhões são comparticipados por fundos comunitários.