Absentismo escolar e violência doméstica juntou técnicos oestinos no Bombarral

0
852
Responsáveis
Responsáveis das comissões de protecção das crianças e jovens, autarcas e técnicos sociais participaram no encontro

Os problemas do absentismo escolar e da violência doméstica estiveram em debate no XI Encontro de CPCJ’s do Oeste, que juntou cerca de meia centena de participantes no Bombarral, no passado dia 28 de Outubro.
O evento foi organizado pela CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Bombarral e o seu presidente, Ricardo Miranda, destacou a ligação do abandono e do absentismo escolar à vivência ou exposição a situações de violência por parte das crianças e jovens.
De acordo com este responsável, para evitar “a replicação deste fenómeno”, bem como “sinalizações futuras, é importante reconhecer os sinais por detrás dos indícios”.
Já o director executivo da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, José Carlos de Sousa, realçou o papel que as autarquias têm “na concretização efectiva” das Comissões de Protecção de Crianças e Jovens. Reportando-se à lei que criou esta comissão nacional, revelou que esta “salvaguarda o papel das comissões, nutre-as com outras capacidades, competências e, sobretudo, com novos factores desafiantes”.
José Carlos de Sousa informou que a nível nacional existem 2180 comissários. Quer isto dizer que não tem “comissários a menos, mas sim comissários com pouco tempo de afectação às comissões”, apontou.
Também presente no encontro, o presidente da Câmara, José Manuel Vieira, destacou o trabalho efectuado pela CPCJ do Bombarral, considerando que o mesmo tem “sido muito relevante ao nível do acompanhamento das famílias e na proteção das crianças e jovens do concelho”.
O autarca vê estas comissões de protecção como “uma ferramenta imprescindível e um dos meios de intervenção que mais fomenta a coesão social”, e destaca que os objetivos atingidos têm resultado do esforço de parcerias entre várias entidades.
O encontro contou também com um pequeno apontamento musical, proporcionado pelos alunos do ensino articulado de música do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó.