Empresários caldenses unidos por uma proposta solidária

0
193
A florista Hélia Silva e o chocolateiro Tiago Ferreira uniram-se a Daniela Ramos e criaram as suas propostas

A designer de jóias Daniela Ramos fez uma peça solidária e dois empresários caldenses juntaram-se e fizeram as suas propostas inspiradas neste brinde.

Três empresários caldenses juntaram-se por uma causa solidária. Daniela Ramos tem uma revista digital com o seu nome e é nela que se conta “a história do que se vai passando na marca”, disse a designer à Gazeta que se dedica a criar joias, muitas delas personalizadas e exclusivas.
A “Daniela magazine” é habitualmente enviada por e-mail para os clientes que a subscrevem e, na edição Especial de Natal, a caldense juntou-lhe uma peça que tem fins solidários. A autora aprecia esta época, faz doações a instituições locais dando o que tinha em bom estado e preocupa-se com quem não pode ter um Natal um pouco melhor. “Preocupo-me ainda mais com as crianças”, referiu Daniela Ramos, que resolveu arregaçar as mangas e criar um brinde exclusivo em prata e de produção limitada que é distribuído com a magazine.
Trata-se de um pendente, em prata, que tanto dá para colocar num fio ou numa pulseira.
“Está a sair com a revista, tem um custo de 36€ e 40% do valor reverte para a Associação Crescer Ser”, disse a designer, acrescentando que esta peça de prata pode ser adquirido com a revista digital até 12 de dezembro.
A autora identifica-se com os valores desta entidade que acolhe crianças e jovens dos 0 aos 25 anos em perigo familiar e social, alguns deles vítimas de violência.
”Irei entregar parte do lucro à Casa do Infantado, em Loures, para que as crianças e jovens possam ter um Natal um pouco melhor”, referiu a empreendedora. A Crescer Ser possui sete centros temporários que acolhem crianças e jovens, privados do meio familiar onde há quem olhe por eles.
Na Associação Crescer Ser aprendem valores como a disciplina, rotinas, a olhar-se com valor e a preparar-se para uma vida com qualidade e responsabilidade.

Juntar flores e chocolate
A esta iniciativa de Daniela Ramos juntaram-se, ainda, a florista Hélia Silva e Tiago Ferreira. Para o chocolateiro “foi uma honra” ter correspondido ao convite de Daniela. E decidiu fazer uma tablete de chocolate com um coração, “inspirada na peça que simboliza o amor e a paixão tornados visíveis e que batem fora do peito e são divididos com o mundo”, disse o empresário, que teve a marca Gramas com Sabor e para quem comer chocolate “é uma explosão de felicidade”.
Já a florista Hélia Silva criou uma coroa com flores secas, em tons de rosa, que pode ser colocada em espaços interiores. Inspirou-se também na forma do coração e que dá mote a esta iniciativa de solidariedade natalícia. Segundo a empresária quem quiser este arranjo especial pode sempre fazê-lo, pois “encontra-se disponível por encomenda”.
“Fui desafiada pela Daniela e quis logo participar nesta iniciativa”, disse à Gazeta a empresária da Hélia Arte Floral.
Na sua opinião, “é sempre uma mais-valia unir várias propostas e é também uma forma de dar a conhecer o que se faz na nossa terra!”, frisou.
Hélia Silva é, de resto, uma defensora das empresas e negócios locais e afirma que procura comprar sempre bens e serviços da própria região.
Segundo a mentora desta iniciativa, “foi interessante unir as vontades dos três autores que trabalhamos com criatividade e assim acrescentamos também valor ao trabalho uns dos outros”, rematou Daniela Ramos.