Jovens das Gaeiras garantem equipamento ortopédico às famílias carenciadas

0
571
Gazeta das Caldas

IMG_0711-2(1)Criado há três anos como associação, o grupo de Jovens Voluntários das Gaeiras (JVG) tem uma importante intervenção ao nível do voluntariado social, mas também cultural, recreativo e desportivo.
Recentemente levaram a cabo mais uma iniciativa – o segundo festival de sopas – cuja receita permitiu já a aquisição de material ortopédico, no valor superior a 4,5 mil euros, para beneficiar mais de 30 famílias carenciadas de todo o concelho de Óbidos.

 

No domingo à tarde uma senhora da freguesia foi à sede dos Jovens Voluntários das Gaeiras (JVG) buscar uma cadeira de rodas para um familiar. Este é um pedido recorrente porque este grupo de voluntários possui diverso material ortopédico que vai emprestando a quem dele precisa.
O grupo já adquiriu 24 equipamentos, entre camas articuladas, cadeiras de rodas e de banho, colchões articuláveis, muletas, canadianas, andarilhos e grades de protecção, que estão todos emprestados. “Todas as semanas recebemos pedidos e não conseguimos dar resposta”, explicou à Gazeta das Caldas o presidente da associação, Ricardo Duque.
De acordo com o responsável há cada vez mais pessoas sem condições financeiras para manter os seus familiares nos lares e trazerem-nos para casa, mas depois necessitam de equipamentos para os manter da forma mais confortável possível. A maior procura é de camas articuladas, que é o equipamento mais caro, seguido das cadeiras de rodas, cadeiras sanitárias, colchões e muletas. “Temos cerca de um pedido de camas por semana pelo que, infelizmente, temos que recusar muitos”, explica o jovem voluntário, de 21 anos e está a terminar a licenciatura em Geografia e Planeamento Regional, na Universidade de Coimbra. Os equipamentos são emprestados por tempo indeterminado, mas a cada seis meses do empréstimo é feita uma reavaliação.
O JVG criou um gabinete de apoio e gestão dos equipamentos ortopédicos, que está em rede com as juntas de freguesia, IPSS e outras associações, tentando articular tudo numa lógica concelhia.

Iniciativas para todos

Os fundos para aquisição deste material ortopédico provêm do festival de sopas que já realizaram durante dois anos consecutivos nas Gaeiras. O evento, que decorre durante dois dias, conta com a participação de várias associações e, no segundo dia, com a presença dos jovens chefs do concelho que concorrem ao prémio da melhor sopa.
Nesta iniciativa o grupo contou também com a colaboração de mais de 200 empresários. De acordo com Ricardo Duque, “tem havido uma aceitação muito grande por parte dos empresários locais porque também já vão conhecendo o nosso trabalho”.
Criada em 2012, com cerca de 15 elementos, a associação conta actualmente com 65 jovens voluntários de várias freguesias do concelho, com idades compreendidas entre os 14 e os 30 anos. A trabalhar nas áreas do voluntariado social, mas também cultural, recreativo e desportivo, o grupo tem dinamizado diversas actividades, como foi caso do “Cordão com vida” onde reuniram cerca de 35 mil peças de roupa que foram entregues a diversas instituições e famílias carenciadas do concelho. Trabalham também com as escolas, fazem convívios de idosos, passeios e têm dinamizado bazares para mostrar o que as pessoas da região produzem ao nível dos trabalhos manuais.