Médicos do Oeste debateram como deve ser a relação com os doentes

0
522
notícias das Caldas
A sessão foi concorrida e divertida

“Comunicação em Saúde – A relação médico-doente” foi o tema do debate que se realizou a 5 de Maio, na sede do distrito médico do Oeste da Ordem dos Médicos, nas Caldas da Rainha.

Os actores Miguel Araújo e Octávio Teixeira, orientados pelo encenador caldense Rogério Guimarães, representaram uma consulta em que dominava a falta de comunicação entre o médico e o seu paciente. Foi com tom crítico e de grande humor, que decorreu a representação, que acabou por surpreender a  assistência e deu mote ao início do debate onde participaram Pereira da Silva, da Direcção Geral de Saúde, Luis Pelote, em representação dos doentes e ainda dos médicos docentes Pereira Coelho, Caldas de Almeida e da psicóloga, Teresa Guimarães.
Os profissionais analisaram como tem sido a relação entre médico e paciente ao longo dos tempos e a necessidade que sentem da contribuição de outras ciências e áreas das Ciências Sociais no ensino da Medicina.
Foram ainda abordados outros temas como a importância da formação médica e o investimento na “relação” que acaba por ser o “melhor remédio” que o médico tem para prescrever.
A sessão iniciou-se com a recepção aos novos Internos, jovens médicos que vão iniciar a sua formação na região médica do Oeste e que tiveram uma mensagem especial de Pedro Coito, presidente do distrito médico do Oeste e de Pereira Coelho, presidente da Secção Regional do Sul da Ordem dos Médicos e de Joana Louro, médica interna e membro consultivo da Ordem dos Médicos, em representação do Oeste.