Sabores internacionais ao pequeno-almoço no Colégio Rainha D. Leonor

0
884

pequenoalmoçointernacionalFrança, Alemanha, Espanha e Inglaterra foram os países que deram inspiração às iguarias servidas no “Pequeno-almoço Internacional” do Colégio Rainha D. Leonor, uma actividade que juntou 450 alunos no refeitório desta escola, sexta-feira, 18 de Março.
Ao menu inglês não faltou o clássico bacon com ovos mexidos, à ementa espanhola os churros recheados com chocolate e o torrão de Alicante, e ao pequeno-almoço alemão o strudel de maçã. Já os típicos franceses – croissants e graufres – foram as especialidades que fizeram mais sucesso entre os estudantes.
Organizada pelo Departamento de Estudos Linguísticos e Literários, a iniciativa integrou a Semana Cultural do Colégio e teve como objectivo “o contacto directo dos alunos com a cultura gastronómica dos países cujas línguas estrangeiras aprendem nas aulas”, explicou Elsa Silva, professora de inglês e uma dos 13 docentes envolvidos na actividade. “Esta é ainda uma oportunidade para que nossos jovens tomem um pequeno-almoço diferente, que provavelmente não iriam preparar em casa”, acrescentou Sandra Santos, directora pedagógica.
De 14 a 18 de Março cada um dos almoços servidos no refeitório foi igualmente dedicado aos sabores tradicionais da Alemanha, França, Espanha e Inglaterra, sendo Portugal representado no último dia pela tradicional carne de porco à alentejana.
Mais de 30 actividades deram vida à Semana Cultural, um evento que o Colégio Rainha D. Leonor promove há 11 anos. Desde a famosa corrida de panquecas (um percurso de obstáculos que é realizado de frigideira na mão), um workshop de mandarim, jogos interactivos de inglês, um safari fotográfico no Parque D. Carlos I, karaokes, uma aula de condição física, torneios de futsal, voleibol e basquetebol e classes de dança.
Mais que cinco dias repletos de animação e cultura, esta semana prestou-se ainda a angariar fundos para a campanha “Vamos Ajudar o António”, um movimento de apoio a uma criança de seis anos, natural de Alqueidão da Serra (Porto de Mós), a quem foi diagnosticada uma doença rara. A cozinha solidária, as várias sessões de cinema e os bolos vendidos no “Dia do Pi” amealharam o total de 304 euros.
Desta feita para ajudar os amigos de quatro patas, a associação de estudantes do Colégio organizou uma recolha de sacos de ração, que serão agora entregues à CRAPAA, organização caldense dedicada à protecção dos animais abandonados.