Tribunal de Contas já deu “luz verde” para as dragagens na Lagoa de Óbidos

0
225
A intervenção irá decorrer nos braços da Lagoa

O Tribunal de Contas já concedeu o visto que permite avançar com o arranque das dragagens na Lagoa de Óbidos. O governo irá agora marcar a consignação da obra, que “esperamos que ainda seja durante o mês de abril”, disse o presidente da Câmara, Tinta Ferreira à Gazeta das Caldas. O autarca obteve a informação por parte da direção da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) ao final da tarde desta quarta-feira.

A intervenção, orçada em 14, 7 milhões de euros, financiados pelo POSEUR (85%) e pelo Fundo Ambiental (15%), inclui a dragagem de 875 mil metros cúbicos dos canais e bacias na zona dos braços da Barrosa (Caldas da Rainha) e Bom Sucesso (Óbidos) e a sua deposição no mar para sul a partir da arriba do Gronho, por rainbow. O transporte será feito por tubagem flutuante, com auxílio de estações intermédias de bombagem.

A intervenção prevê ainda a valorização ambiental de 78 hectares a montante da foz do rio Real, através da erradicação de vegetação infestante e plantação de espécies vegetais autóctones.