Marisco e cozinha portuguesa moderna no Seafork em Óbidos

0
213

Restaurante é a segunda aposta de Bruno Alves e Cláudia Freitas, sócios que abriram o Madok na vila medieval

O caldense Bruno Alves e a bombarralense Cláudia Freitas são amigos de infância e partilham um objetivo: ajudar crianças carenciadas em África.
Depois de experiências na área da restauração, decidiram formar uma sociedade e criar um conceito próprio. Depois, surgiu na vila de Óbidos um espaço que consideraram perfeito para o que procuravam e avançaram.
O projeto é a cinco anos e pretende abrir um novo espaço a cada ano. Depois desse prazo, o sonho é agarrar numa mochila e começar por combater as carências na Nigéria, especialmente ao nível da fome na população infantil.
Bruno é chef e já trabalhou em cruzeiros marítimo-turísticos, Cláudia tinha experiência na restauração enquanto esteve emigrada. Juntos lançaram o seu primeiro espaço no início deste ano, o restaurante Madok, no interior da vila Óbidos. E, como essa primeira experiência empresarial correu bem e surgiu esta oportunidade, lançaram-se para o segundo espaço, apenas poucos meses depois de inaugurarem o primeiro. “Óbidos tem muito potencial para coisas diferentes”, afiançam os agora empresários.
O Seafork destaca-se logo pela decoração e pela localização. Uma das paredes do restaurante é… a muralha do castelo de Óbidos. Depois, a decoração em si é muito cuidada e com vários elementos que remetem para o mar, até porque o marisco é a grande estrela na carta, que conta também com pratos de cozinha portuguesa, mas com um toque de modernidade, incluindo carnes e opções vegetarianas. “Queremos confecionar as coisas da forma mais saudável possível, tanto aqui, como no Madok”, realçam. Os tons de azul das mesas e cadeiras, combinados com a madeira do balcão e o branco das paredes conferem ao espaço essa dimensão do mar, complementada pelos objetivos alusivos.
O Seafork localiza-se na Rua Padre Nunes Tavares, num espaço que nem necessitou de muitas obras e que surgiu de uma oportunidade.
O restaurante funciona de terça-feira a domingo, entre as 12h30 e as 23h00, tem 27 lugares nas duas salas interiores e mais quatro na esplanada. O objetivo da dupla de empreendedores é mesmo que seja um espaço “acolhedor, para comer com calma”.
Com a abertura destes dois restaurantes, os empresários já criaram 11 novos postos de trabalho (incluindo os próprios e alguns em part-time). ■

 

Camarão Tigre à Inedit

Receita:
Comece por preparar os camarões. Deve abrir o camarão tigre ao meio e retirar a tripa e a cartilagem na zona da cabeça, por forma a prepará-lo para os passos que se seguem

Preparação
Levar ao lume
Colocar os camarões ao lume com um fio de azeite e dois dentes de alho, adicionar sal e pimenta a gosto e tapar com uma tampa

Acrescentar
Cerveja
Quando o camarão tigre
começar a ficar cor-de-laranja, deve adicionar cerca de 20 cl de cerveja inedit ao preparado

Retirar
Cozedura
Quando o camarão deixar de estar completamente translúcido está pronto para retirar e passar para a próxima etapa da preparação deste prato

Empratar
Finalização
Depois é decorar a gosto, recomendando-se ervas aromáticas, como a salsa picada, para um prato que promete dar nas vistas