Toyota escolhe Óbidos para apresentar o novo Yaris Cross

0
366

O novo Yaris Crossover foi lançado em Portugal nos dias 8 e 9 de setembro, tendo a zona de Óbidos sido a escolhida para aquele que era o lançamento mais aguardado do ano da marca nipónica. Cerca de duas dezenas de jornalistas de vários pontos do país marcaram presença na ação, que levou o novo automóvel à vila e também às margens da Lagoa de Óbidos.
O Yaris Cross é um modelo totalmente novo “que reúne a vasta experiência e know-how da Toyota no design e engenharia de automóveis compactos e modelos SUV”. Este automóvel foi desenvolvido para a Europa e tendo em mente as necessidades atuais do cliente europeu. As instalações da Toyota Motor Manufacturing France, em Valenciennes, foram alvo de um investimento de 400 milhões de euros para permitir que o Yaris e o Yaris Cross fossem montados simultaneamente na mesma linha de produção.
Com a chegada deste novo modelo, que em comparação com o hatchback, é 95 milímetros mais alto, 20 milímetros mais largo e 240 milímetros mais comprido, a marca pretende atingir o objetivo de 1,5 milhões de vendas de veículos anuais nesta região até 2025.
O Yaris Cross tem 1,56 metros de altura, 1,77 metros de largura, e 4,18 metros de cumprimento. A grande diferença está no aumento na altura ao solo de 25 milímetros para um total de 170 milímetros, que lhe confere o design de SUV. O design elegante e moderno é outro dos atrativos.
Em termos de motorização, o Yaris Cross é movido pela motorização eletrificada com a tecnologia híbrida de quarta geração da Toyota, que fez a sua estreia no novo Yaris hatchback. O motor Hybrid Dynamic Force de 1,5 litros é mais silencioso durante a aceleração. A potência máxima do motor é obtida a velocidades mais baixas. A potência máxima combinada do sistema (motor a gasolina e motor elétrico) é de 116 cavalos. A economia de combustível e as emissões de CO2 são de 4,5-5,0 litros aos 100 quilómetros e de 101-113 gramas por quilómetro (4,7-5,1 litros aos 100 quilómetros e 106-116 gramas por quilómetros com AWD-i, na liderança da sua classe). O Yaris Cross também está disponível, sob encomenda, com motor a gasolina de 1,5 litros. A unidade de três cilindros produz um máximo de 125 cavalos. Os números oficiais de economia de combustível e emissões são 5,7-6,2 litros aos 100 quilómetros (6,0-6,4 litros aos 100 quilómetros para a versão com CVT) e 130-140 gramas por quilómetros (135-144 para o CVT).
A capacidade de carga e a arrumação da mesma foi outra das questões pensadas, procurando responder ao estilo de vida ativo dos europeus. Com todos os bancos em posição normal, incluindo o espaço por baixo do alçapão divisor, há 397 litros de volume de carga disponíveis, mas se se rebaterem as costas dos bancos traseiros o volume estende-se para um máximo de 1097 litros.
O preço inicia-se nos 21790 euros para o 1.5 VVT-i e nos 23990 euros para o 1.5 Hybrid.
“A escolha deste local para a apresentação do Yaris Cross foi óbvia! Óbidos e toda esta região oferece uma grande diversidade em termos de beleza paisagística, mas também de estradas e percursos fora de estrada”, explicou Vítor Marques, da Toyota Caetano Portugal à Gazeta das Caldas, recordando que já o C-HR, outro SUV híbrido da Toyota, havia sido lançado a nível europeu nesta região há cerca de dois anos e meio, ainda antes da pandemia. “Isso demonstra bem o valor da zona e as grandes vantagens que tem”, referiram. ■