Banda da Sociedade Musical e Recreativa Obidense apresentou o álbum “Crescendo”

1
321

CD copyO novo ano arrancou e a Banda da Sociedade Musical e Recreativa Obidense (SMRO) entrou com o pé direito em 2016 com a apresentação do primeiro álbum desta colectividade no dia 9 de Janeiro, sábado, diante um auditório lotado na Casa da Música, em Óbidos.
Cerca de 50 músicos (o mais novo com 10 anos e o mais velho com 70) interpretaram oito das 10 faixas que compõem “Crescendo”, um CD que adoptou este nome para fazer referência ao conceito musical “crescendo” (uma música que começa apenas com piano e vai, pouco e pouco, crescendo com outros instrumentos), mas que também enfatiza o crescimento que a  colectividade possibilita aos músicos, que na sua maioria começam na orquestra juvenil, passam pela orquestra ligeira e acabam na banda.
Após quatro meses de preparação e 17 horas de gravação na Casa da Música, a banda filarmónica alcançou o objectivo pretendido: 50 minutos de peças instrumentais, “um trabalho que foi muito cansativo, mas que cumpriu a planificação inicial”, salientou o maestro João Raquel. Por exemplo, os 12 minutos de “Suite Alentejana” (Luís de Freitas Branco), um “hino” à música tradicional portuguesa, exigiram três horas de gravação.
Em palco houve espaço para a entrada de instrumentos que, habitualmente, não integram uma formação filarmónica. Henrique Carreira juntou-se à banda com a guitarra eléctrica para interpretar “Metal!”, uma música que conjuga excertos de Iron Maiden, Scorpions e Black Sabbath (bandas de heavy metal), enquanto Flávio Bolieiro trouxe o acordeão, acompanhando “Navegar Navegar” (Fausto Bordalo  Dias), uma peça que “traduz o processo de modernização que a escrita para banda filarmónica tem vindo a sofrer”, explicou João Raquel.
O espectáculo, inserido nas comemorações do feriado municipal de Óbidos, serviu também para homenagear um antigo maestro da banda, Estevão Paulo Pereira, através da peça “Senhor Estevão”, composta por Rui Rodrigues (músico obidense que estuda Direcção de Orquestra em Viena de Áustria), responsável ainda pela escrita de outros dois temas do CD.
Para João Raquel, “a gravação de ‘CrescenBANDA1 copydo’ é um marco histórico para a vida da associação, porque é o primeiro registo oficial da banda que irá agora perpetuar-se no tempo”. Uma ideia que Bernardo Rodrigues, presidente da banda da SMRO, completa afirmando: “este é mais um passo de uma caminhada longa, é o espelho daquilo que a SMRO é e quer ser, e que foi dado com muito prazer”.
No final do concerto os músicos e espectadores brindaram a “Crescendo” com ginjinha e recordaram os momentos de gravação do CD com um vídeo que exibiu fotografias e vídeos registados por André Pereira e João Soares.

Maria Beatriz Raposo
[email protected]

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns à Soc.Mus. e Rec.Obidense…

    Continuação de um Óptimo Ano de 2016…

    Continuem… porque este “Crescendo apenas se alimenta” com muito trabalho e muita dedicação…!

    Onde se pode adquirir o CD…?